Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Pelé quer “lisura” na Copa de 2014.

Até hoje não foram esclarecidas as graves denúncias de que os Jogos Panamericanos realizados no ano passado, no Rio de Janeiro, foi o mais caro de todos os tempos, com obras que acabaram custando até dez vezes mais do que o valor inicialmente estipulado. Pelé retomou essas histórias, para pedir "lisura" na administração da Copa do Mundo de 2014, no Brasil: "Tivemos uma administração duvidosa no Pan do Rio e espero que isso não aconteça de novo", afirmou ao jornal "O Estado de São Paulo", neste sábado.

Segundo notícias da época, a previsão girava em torno de investimentos orçados em R$ 386 milhões, mas que explodiram em mais de R$ 4 bilhões, envolvendo recursos disponibilizados e administrados pelo município, Estado do Rio e ministério dos Esportes. O ministro Orlando Silva (Esportes) comentou que na sua opinião o "planejamento do evento foi mal feito", responsável pelos atrasos em obras, estouro de orçamento, ausência de licitações e as denúncias de manipulação de verbas.

O Rei Pelé, que foi anunciado pela CBF o "Embaixador da Copa do Mundo no Brasil", na semana passada, tem mil razões para esse alerta, mas o governo federal precisa divulgar um cronograma de ações transparentes desde já. Caso contrário, haverá justificativa para que o nosso país retome o noticiário internacional, pela incompetência no seu planejamento estratégico e pela consolidação da imagem de um lugar no mundo que bate todos os recordes de corrupção.

Com certeza Pelé não deseja colar na sua imagem de "Atleta do Século" passado, a de garoto-propaganda superficial, enquanto nos bastidores a bandalheira corre solta: "O que eu quero é que saia tudo da forma mais correta possível. A CBF não vai querer que aconteça algo que desabone o país", enfatiza o Rei.

Precisamos cobrar dos nossos homens dos governos em todos os níveis, porque desta vez o evento da Copa não ficará restrito a um estado brasileiro, a tal "lisura" defendida por Pelé (dentro e fora dos campos de futebol), inerente às ações de quem nos representa para cuidar com responsabilidade do dinheiro e da coisa pública.

Tomando esses cuidados, com antecedência de seis anos, daremos um grande exemplo para as futuras gerações. Evitaremos também, desde já, a alimentação leviana de uma onda de boatos que atrapalharão os preparativos para o evento e nos envergonharão ainda mais. Ajudará bastante, se o ministério dos Esportes apresentar um relatório conclusivo sobre as irregularidades constatadas nas ações e obras do Jogos Pan Americanos, pela sua auditoria e pelo TCU. É tão simples atender o alerta de Pelé, não?

Compartilhe

5 comentários em “Pelé quer “lisura” na Copa de 2014.”

  1. Raul, da forma como esse país é, o Pelé fica com fama de corrupto e o Lula dizendo que nà o sabia de nada…

    Olho vivo e faro fino!!!

    e muita corneta neles!!!!!!!!!!!!!!

  2. RAUL..
    O QUE O PELÉ DIZ É VERDADE, INFELIZMENTE.
    PORÉM, TAMBÉM ELE PRECISA EXPLICAR SUA NEBULOSA PASSAGEM PELO MINISTÉRIO DO ESPORTE, QUE ATÉ HOJE NÃO FOI EXPLICADA.
    EM PARTE SIM: OS FUNCIONÁRIOS MENOS GRADUADOS, QUE ASSINARAM PAPÉIS, FRAM OS PUNIDOS. JÁ ELE E SUA EQUIPE…
    ELE SABE EXATAMENTE COMO O ESQUEMA FUNCIONA, COM CERTEZA.
    DE NOMES AOS BOIS. SERIA UMA GRANDE COLABORAÇÃO. MAS FICAR INSINUANDO APENAS, NÃO!
    PRIMEIRO ACHOQ UE DEVE SE ABRIR CLARAMENTE E DIZER O QUE ACONTECU NAQUELA ÉPOCA. DIZER COM TODAS AS LETRAS O QUE TERIA ACONTECIDO NO PAN.

  3. Edgar Boturão

    Alo Raul. Forte abraço. Se no Pan a bandalheira comeu solta e ninguém fez nada, imagine na Copa do Mundo. O evento é muito maior. E envolve um nível extraordinário de investimentos. É aquela história: mais fácil o sargento Garcia pegar o Zorro do que termos lisura no processo de organização da Copa 2014. Alguém já disse isso. Mas vale assim mesmo.

  4. A Condoliza, mulher de ferro do Presidente Bush, disse essa semana quando esteve no Brasil, que a Corrupção no nosso País é assustadora, o que prá nós não é mais novidade, mais o Rio de Janeiro só tem um jeito; ser riscado do mapa e descobri-lo novamente, só que dessa vez não mais pelos portugueses, e sim por Jesus Cristo, porque de tudo que não presta o Rio tem prá corromper e vender, se isso é cidade maravilhosa, fico imaginando se fôsse horrorosa. Agora falando sério, o que fazem os órgãos fiscalizadores, a Policia Federal, o Ministério Público, a Ordem dos Advogados, que não apresentam resultados satisfatórios como por exemplo colocar esse bando de bandidos espalhados por todo Território brasileiro na cadeia. Isso é que não consigo entender, essas pessoas são bem pagas para exercer suas funções e não apresentam resultado algum em benefício da sociedade.
    A gente só assiste a jogo de sena, flash, teatro e a corrupção comendo solta.
    O pelé não tem obrigação de dar nome aos corruptos, a nossa justiça sim, é que tem que sentencia-los, e coloca-los no XADREZ.

  5. Carlos de Brito

    Olá Raul!
    O Pelé está preocupado com o que vai acontecer daquí a seis anos?
    Ora,o passado tão recente no PAN do Rio não tem importância?
    O Pelé não deve ser a pessoa mais indicada para falar em combate a corrupção. Sempre foi um omisso político e se gloriava por não se meter em política. E, quando se meteu em política veja com quem ele se aliou.
    E como disse o Edmilson aí em cima,”ele precisa explicar a sua nebulosa passagem pelo Ministério dos Esportes”. Isso sem contar com a mala de dolares que caiu do avião que transportava o time do Santos, lembra disso?
    O Romário já falou:”O Pelé calado é um poeta”.
    Raul, a trajetória do Pelé dentro do campo não deixa dúvidas. Porém, fora de campo, como Cidadão, temos que parar e refletir e, não é preciso grandes esforços.
    Um abraço.
    BRITO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *