Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Impostos mais altos, para quê ?

Definitivamente o presidente Lula superou todos os índices de demagogia vistos na história do Brasil. Do ponto de vista político-eleitoral, com feeling próprio e sustentado em pesquisas de opinião pública, ele toca no coração do povo ao defender a entrega de mais dinheiro para os pobres e impostos altos para quem produz e gera empregos. Na cabeça geral, ao ouvir do presidente sobre a sua preocupação com o aumento de comida em suas casas, razão que aprova os efeitos do Bolsa Família, cada vez mais generalizado de beneficiados, chega a ser surpreendente a reação tímida do empresariado e da classe política. Aliás, o quê esperar de uma classe política anestesiada por tantos escândalos no Congresso Nacional, que o próprio Lula diz que não vai dar em nada ?

Os governos petistas posam sempre de bons moços e de salvadores da Pátria. Se não houvesse um governo como o de Fernando Henrique Cardoso, que estruturasse o país, para gerar oportunidades para as pessoas e até para governantes demagogos, quem sabe hoje estaríamos emanharados, com um modelo de Estado de mordomias e condenado ao atraso. Mas Lula, com as suas análises retóricas simplistas, sintonizadas com a ignorância, não governa com foco na emancipação popular, na perspectiva de uma transição das políticas compensatórias de renda para a oportunidade de saber pescar e saciar a fome com o fruto do próprio trabalho. Assim haveria dignidade e menos dependência de políticos oportunistas e aproveitadores. Sua opção é pela formação de currais eleitorais, integrados por uma legião de domesticados e sem iniciativa.

Lula se equilibra em dois modelos de governança. Um que ele revela não saber além do que foi deixado pronto por FHC. O governo gestor, que anuncia investimentos e consegue realizar o que está planejado, como o PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, que é uma reedição do Avança Brasil do PSDB. Os lulopetistas interromperam as ações que estavam previstas e em execução no modelo anterior e agora patina nos baixos índices do PAC. Nesse quesito ele apenas consagra a publicidade governamental para alavancar palanques eleitorais desde que assumiu o rumo do Brasil em 2003.

Mas ele se dá bem no seu modelo de Estado, que é realmente insuficiente de ser mantido como uma carga tributária mínima. Lula e os petistas justificam que a arrecadação de impostos precisa ser alta para garantir a realização de políticas sociais. No entanto, esse Estado lulopetista, consome a maior parte dos recursos em gastos correntes – como o pagamento de milhares de cargos de confiança, mais de uma dezena de ministérios, cartões corporativos, descontrole de gastos, desperdício de dinheiro público etc -, restando pouco para ser investido nas classes sociais que ele seduz.

Há que se reduzir os impostos para estimular os investimentos privados, que geram emprego e renda. Um governo sem direção demagógica consegue ampliar a rede de proteção social – hoje liderada pela Bolsa Família, que teve origem na Bolsa Escola de FHC -, melhorando a qualidade da educação e da saúde para todos. Um governo com foco na sociedade acelera de verdade os investimentos em saneamento básico, como o governador José Serra faz em São Paulo, onde triplicou os recursos de obras para a Sabesp, e em educação para o trabalho, crescendo em milhares os números de vagas nas escolas técnicas estaduais mantidas pelo Centro Paula Souza.

A equação não pode ser vista sempre com os objetivos eleitorais. Mas é consensual pensar no futuro, mantendo a estabilidade da economia, agilizando os investimentos em infra-estrutura – escolas, hospitais, moradias, estradas, portos e aeroportos, emancipando a população pobre com a garantia de renda mínima e a oportunidade de emprego e cidadania plena. Não se ajuda os pobres com mais impostos. Fica bonito assumir perante a opinião pública o jeitão de governança Robin Hood, que "tira dos ricos para dar aos pobres", da mesma forma que impedem, por exemplo, os trabalhos da CPI da Petrobrás. Neste caso, em particular, um governo comprometido com uma Nação inteira, garantiria a transparência na empresa, reduzindo a hemorragia de desperdício de dinheiro em gastos desnecessários e absurdos, para diminuir efetivamente o preço da gasolina. Isso é autosuficiência, o resto, demagogia, incompetência !

Compartilhe

23 comentários em “Impostos mais altos, para quê ?”

  1. É isso mesmo Raul, concordo com todos os seus comentários sobre a postura do Presidente e lamento pelo que fizeram com o jornalismo. o problema deste país é que pessoas como você infelizmente não se candidatam.
    grande abraço, sua fã.

  2. ai,ai,ai,ai...

    Raul assim nao da !!!
    Como nosso amigo Betao vai postar aqui??? rs.
    grande abraco,
    helio

  3. Dr. Raul,

    esse texto e este tema devem ser levados para todos os políticos de oposição (ainda há?), empresários (CNI, FIESP, etc.) e órgãos de imprensa.

    Anestesiados pelos escândalos (quando não envolvidos), seduzidos por empréstimos em bancos oficiais ou recebendo vultosas somas a título de publicidade oficial, eles não percebem o cerco que se fecha.

    Pode ser tarde demais… O senhor sabe como capturar porcos selvagens? (Respondo no próximo comentário).

  4. Como capturar porcos selvagens!

    Você sabe como capturar porcos selvagens?

    Havia um professor de química em um grande colégio com alunos de intercâmbio em sua turma. Um dia, enquanto a turma estava no laboratório, o professor notou um jovem do intercâmbio que continuamente coçava as costas e se esticava como se elas doessem.

    O professor perguntou ao jovem qual era o problema. O aluno respondeu que tinha uma bala alojada nas costas pois tinha sido alvejado enquanto lutava contra os comunistas de seu país nativo que estavam tentando derrubar seu governo e instalar um novo regime, um ‘outro mundo possível’.

    No meio da sua história ele olhou para o professor e fez uma estranha pergunta: ‘O senhor sabe como se capturam porcos selvagens?’

    O professor achou que se tratava de uma piada e esperava uma resposta engraçada. O jovem disse que não era piada.

    ‘Você captura porcos selvagens encontrando um lugar adequado na floresta e colocando algum milho no chão. Os porcos vêm todos os dias comer o milho gratuito. Quando eles se acostumam a vir todos os dias, você coloca uma cerca mas só em um lado do lugar em que eles se acostumaram a vir. Eles dão a volta, se acostumam com a cerca e voltam a comer o milho aí, você coloca um outro lado da cerca. Mais uma vez eles se acostumam e voltam a comer. Você continua desse jeito até colocar os quatro lados da cerca em volta deles com uma porta no último lado. Os porcos que já se acostumaram ao milho fácil e as cercas, começam a vir sozinhos pela entrada. Você então fecha a porteira e captura o grupo todo.’

    ‘Assim, em um segundo, os porcos perdem sua liberdade. Eles ficam correndo e dando voltas dentro da cerca, mas já foram pegos. Logo, voltam a comer o milho fácil e gratuito. Eles ficaram tão acostumados a ele que esqueceram como caçar na floresta por si próprios, e por isso aceitam a servidão.’

    O jovem então disse ao professor que era exatamente isso que ele via acontecer neste país. O governo ficava empurrando-os para o comunismo e o socialismo e espalhando o milho gratuito na forma de programas de auxílio de renda, bolsas isso e aquilo, impostos variados, estatutos de ‘proteção’, cotas para estes e aqueles, subsídio para todo tipo de coisa, pagamentos para não plantar, programas de ‘bem-estar social’, medicina e medicamentos ‘gratuitos’, sempre e sempre novas leis, etc, tudo ao custo da perda contínua das liberdades, migalha a migalha.

    Devemos sempre lembrar que ‘Não existe esse negócio de almoço grátis’ e também que ‘não é possível alguém prestar um serviço mais barato do que seria se você mesmo o fizesse’.

  5. Luciano Araujo

    Raul abri seu blog e logo fui seduzido pela moeda mordida. Uma moedinha derretida pelo calor da crise mundial e tão fragil quanto os porcos e os colocadores de cercas.
    Pegou pesado com o Pacderme , ele até que esta fazendo uma boa publicidade pelo mundo afora, nem FHC nem Serra seriam tão verdadeiros por terem melhor formação. Mas como todos saneam seus currais e garantem o seu publico, por que não fazermos o mesmo? Proporemos ,assim proponho, uma conciliação afinal se alguem geneticamente consome menos energia este alguem tera menos trabalho para fazer seus decendentes, entendeu o barato (sic)?
    Mas enfim o que importa mesmo ser o imposto, que não o colocaria com as mesmas palavras afinal quem trabalha para pagar sabe que o leão come mesmo.Raul há de se pensar grande, globalmente, me desculpe se não o sei expressar para que entenda. Só lamento a estrutura e o procedimento que temos no Brasil, no Estado e em meu municipio, mesmo assim sei que daria para fazer algo mas como dizem: a parenta ser malcarater, melhor não comentar. Lu.

  6. Os traficantes de armas e drogas também sabem como capturar porcos selvagens.
    São, principalmente, os jovens rebeldes de cabeça vazia, como os da turma do ministro “Minconha”, que fazem até passeatas e comícios para atrair mais jovens para dentro do chiqueiro deles.
    Assim, tornam-se escravos e dependentes de um produto que destroi o corpo e a mente, mas que é o negócio mais lucrativo do mundo.
    Como diria o Simonal, no país Patropi(lantragem) vale tudo.

  7. Abaixo, um trecho de artigo de José Anibal na Folha de São Paulo.

    VEJAM QUE DIFERENÇA ENTRE QUEM NÃO SABE DE NADA E QUEM SABE O QUE FAZ.

    Ruth Cardoso, sem dúvida, deverá ser uma das grandes figuras da próxima campanha eleitoral.
    Morreu logo depois do dossiê criado pela turma da Dilma Rousseff, que a envolveram com as denúncias mais sórdidas.
    A oposição do Brasil, em 2010, na campanha eleitoral, deverá render uma homenagem inesquecível a esta grande brasileira, que criou a rede de proteção social no Brasil.

    “Desde a Idade Média, esse sistema de assistir e doar existe, e a pobreza está crescendo. Então, não há mais o que discutir, por aí não vamos”.Foi essa ideia revolucionária que orientou o surgimento da rede de proteção social no governo Fernando Henrique Cardoso. Pela primeira vez na história, face ao largo contencioso social herdado da escravidão, um governo brasileiro se mostrou incomodado com os que viviam abaixo da linha da pobreza.Sob a inspiração de dona Ruth, o governo repudiou a fórmula assistencialista e optou pela distribuição de oportunidades que permitiriam as pessoas ascender socialmente mediante o desabrochar de suas próprias potencialidades.Foi dona Ruth quem consolidou a ideia da contrapartida, para comprometer o homem com sua própria evolução social.Esse legado revolucionário sofreria, adiante, desvios reprováveis. Retrocedemos à noção primária de que o fundamental era dar dinheiro. Regredimos à forma mais torpe de escravidão, aquela que bloqueia a evolução do homem e o condiciona ao voto, tornando-o vítima de um vergonhoso processo de dominação que compromete o seu arbítrio de cidadão.Foi dona Ruth quem convocou empresários ao Palácio do Planalto pela primeira vez para discutir um tema até então obscuro e incompreensível -a responsabilidade social.Ela usou a força do governo para propagar a consciência de que as grandes empresas deveriam se corresponsabilizar pela melhoria do cenário social. Criava-se ali um novo olhar sobre a tragédia da pobreza e a dívida social da sociedade brasileira.Ela reinventou a solidariedade.Sem Ruth Cardoso há um ano, as ideias empobreceram, e o Brasil empobreceu junto. Seus movimentos criativos e generosos, no entanto, não são elos perdidos do passado: ao contrário, representam uma ideia vigorosa a demarcar caminhos para quitar a imensa dívida social que o Brasil tem com as populações que vivem abaixo da linha da pobreza.O Brasil merece, dona Ruth merece que não viciemos os cidadãos na humilhação da dependência, mas ofereçamos a eles a grandiosa opção do encontro com a cidadania.
    ……………………………………………………………………………………….
    Que o horário eleitoral do PSDB reserve um bom espaço para mostrar ao Brasil o que Dona Ruth Cardoso fez pelo país e o que o governo petista, no andar da Dilma, preparou como “agradecimento” de Judas. Que o espaço também seja usado para contar a verdadeira História.

  8. Que os anjos digam AMÉM!
    Sempre considerei Ruth Cardoso a grande musa de FHC e tinha algum conhecimento sobre sua influência, ou até mesmo o protagonismo, nas ações sociais iniciadas no governo de seu marido.
    E o mais importante, além da sua “VERDADEIRA” preocupação com as pessoas carentes, é a maneira discreta e cristã de quem não procura a publicidade, nem a troca de favores que poderiam lhe render a idolatria, votos, glamour, entre outras coisas que tanto deslumbram o arrogante Lula.

  9. Alguém precisa explicar que cada real que o pobre recebe e gasta, rende alguns centavos de impostos para o cofre do Lula.
    Assim, são bilhões de reais dos programas sociais que retornam ao bondoso “padim”.
    E ainda quer iludir a massa de ignorantes sem cultura e ignorantes diplomados (consciência pesada ou cumplicidade?) que rico paga imposto para que ele doe aos pobres. Essa mentira dói no fundo da alma.
    O pobre devolve pelo menos a metade do que ganha para o governo, portanto, proporcionalmente, paga muito mais imposto do que o rico.
    Os amigos e compadres do presidente, todos banqueiros, grandes empresários, milionários, multiplicaram suas fortunas durante esse desgoverno, enquanto nós, o povo assalariado, bancamos a mais alta carga tributária do planeta. E ele quer nos extorquir mais ainda?

  10. Concordo com todas as suas colocações são perfeitas Sr Raul Christiano serve como parâmetro de partida

    A internet faz parte das soluções futuras a caminho por ser um veiculo sem fronteira livre para todos participar sem censura, e ainda querem travar por qual razão se tudo vai parar no ar do mesmo jeito

    Em relação a Ruth Cardoso o que falam dela e extraordinário, dizem que ela tinha um visão extraordinária em relação a educação

    Mas os que estavam com toda formação necessária achavam que só os 10% dentro dessa posição tinham o direito a tudo

    90% restante eram seus criados escravos da era evoluída servindo seu reinado com salário meio boca sem condições de fazer uma coisa ou outro, nem estudar nem comprar um imóvel muito menos ter como educar seus filhos

    Ai apareceu o Lula, como uma válvula de escape para por a casa em dia falando que ia fazer o que o povo pediu educação casa distribuição para todos

    Tem mais tudo que o Lula esta fazendo e mais que obrigação de todos que tão no poder administrar como uma empresa para diminuir as condições desfavoráveis, e as mesmas sugestões que o PSDB recebeu o PT e outros receberam inclusive alguns jornais que continham as propostas que no presente esta no ar anda gatinhando assim como a população esta despertando

    Esse interesse vem crescendo na medida em que os políticos vão se desentendendo e a população entendendo como funciona a maquina do poder publico patrimônio de todos e só ver os movimentos presente que esta só no começo e diferente de todos os movimentos que tem a participação de todos que estão juntos com uma gestão como se fosse uma empresa reivindicando melhores condições

    Khrisna e o menino

    No link entenda a emenda que quer por todos os filhos dos políticos e funcionários nas escolas publicas das favelas para forçar a melhorar o ensino

    http://colunas.g1.com.br/paulocoelho/2009/06/25/khrisna-e-o-menino-2/#comments

    Essa historia foi perfeita serve para o presente os estudantes vivem esses drama para ser alguém na vida, os políticos e toda sociedade deviam começar acreditar na educação,

    O postado de hoje foi por transmissão de pensamente

    Qual e sua posição

    Primeiro foi mais que uma cola como de costume, assim como todos colam na escola principalmente os políticos colam tudo como se fossem seus criados

    Mas isso faz bem no caso dessa cola, serviria como válvula de escape para começar a tampar o buraco único que não deveria existir no presente

    Entenda: como quiser a sugestão, mas tem o lado bom se forem acrescentados mais detalhes, junto cura o clima que gera oxigênio do ar que respiramos

    “Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.”

    http://www.senado.gov.br/sf/atividade/Materia/detalhes.asp?p_cod_mate=82166

    Quem não raciocinar bem isso vai interpretar como, uma solução em cima de nada não e só os filhos dos políticos ou funcionários públicos que deveriam freqüentar as escolas publicas somente numa imposição dessa grandeza

    Mas sim todos os políticos e os funcionários públicos, independentes do estudo que tem cada um, mais os elementos que ditam as regras mandando em silencio sem aparecer, e assim que estamos desenvolvendo o resumo do futuro em silencio por setor, e o que interessa para todos que servira de solução, bancado com recurso dos sócios do patrimônio publico todos os custos

    Se os estudantes não tiverem uma garantia que garanta no conjunto toda a infra-estrutura agregada necessária o que aprender se 90% não tem condições de estudar para aprender para competir com os 10% com a qualidade da iniciativa privada junto, de que vai adiantar ficando tudo na mesma só impondo essa condição como um projeto se tem tanta coisa para fazer, no link educação pede educação tem varias sugestões aproveita e solução e o caminho para por o destino de todos na direção

    http://www.ficcaoglobalizada2015br.blogspot.com/

    Exemplo: se os 18 trilhões gastos para tampar o buraco da crise tivessem sido investidos na educação do mundo, nem os dois trilhões investidos na pobreza durante todos esses anos seria preciso, a pobreza teria zerado de carona com a educação de todos, isso sem contar os custos perdidos com as guerras

    Professores sem definição no piso do salário base, policiais de todas as esferas junto com um programa que de condição de tirar todo ser humano da rua fim das favelas isso tudo tem que ficar amarado junto no conjunto das coisas que favorece todos quando adulto

    Para chegar lá tem o resumo do futuro no Projeto Felicidade para todos em vários níveis e possibilidade

    Onde começou com o projeto Educação todos da barriga da mãe ate o doutorado

    De carona saiu o projeto econômico para trocar todos os benefícios em troca de um só, que nasceu do projeto educacional, nasce recebe indo direto para o funda da educação dos filhos de todos garantindo as condições no conjunto com professores de alto padrão no nível da Supernanny do SBT, republica para todos estudantes professores e para segurança

    Isso levaria ao maior equilíbrio entre todos serem viventes no planeta terra curando o clima e todas feridas educacional, quando entrar no ar com a capacidade no limite chegando a 100% possível em breve o que para muitos e imaginável, para muitos e um sinal possível que vem como solução

    È tudo uma questão de tempo, para definir como vai entrar no ar que vem com novos desafios diferentes de todos presentes ate o momento, ninguém vai querer deixar seus filhos ir para escola e não aprender nada para desistir sem motivação

    Porque o mundo caminha para definição, e todas as áreas serão dominadas por especialista, e a sobra da população despreparada vai sobreviver da distribuição da renda e do lucro do mundo, para equilibrar o mercado de todos negócios se não quem vai comprar a produção

    Entender isso no presente, para muita gente impossível, mas vai compreender concordando no momento exato dos acontecimentos, a única cura para evitar esse dia que vai chegar muitos de nos ainda vai estar vivo quando esse dia chegar para ver a felicidade de todos

    “È tudo uma questão de tempo” no link

    http://colunas.g1.com.br/paulocoelho/2009/06/20/e-tudo-uma-questao-de-tempo-2/#comments

  11. fausto ivan

    Como sempre, texto articulado, real e bem explicito Raul. O artigo do José Anibal sobre D. Ruth colocado aqui pela Rose também.
    Portanto, FORA LULA, demagogo, chefinho dos 40 ladrões, amigo e protetor do coronel Sarney e sua gangue de larápios do erário. Robin Hood ao contrário, nunca a elite financeira e a burguesia se melaram tanto nos bilhões desse malfadado desgoverno. Tome merreca para os pobres e pau na classe média.

  12. João da Costa

    Contra a dor de cotovelo do demotucanato deixemos que Obama fale por nós !

    Obama cita Lula como exemplo na América Latina
    Presidente americano diz que brasileiro é ‘muito prático’ e realizou ‘reformas inteligentes’

    Tamanho do texto? A A A A

    Reuters
    Obama concedeu coletiva na Casa Branca
    WASHINGTON – O presidente americano, Barack Obama, afirmou nesta terça-feira, 23, durante entrevista coletiva na Casa Branca, que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um exemplo para outros países da América Latina. Questionado sobre a relação dos Estados Unidos com a região, Obama citou Lula e a presidente do Chile, Michelle Bachelet, como líderes da América Latina que mantêm um bom relacionamento com o governo americano.

    “Eu penso que o Chile lidera pelo exemplo”, disse o presidente americano, que se encontraria com Bachelet em Washington nesta terça-feira. “Estou usando o Chile como um exemplo, mas o mesmo é verdade para o Brasil.”

    “O presidente Lula tem uma orientação política muito diferente da maioria dos americanos”, acrescentou Obama. “Ele surgiu do movimento sindical e era visto como um forte esquerdista.”

    “Acontece que ele se mostrou uma pessoa muito prática, que, apesar de manter relações por todo o espectro político da América Latina, realizou todos os tipos de reformas de mercado inteligentes que fizeram o Brasil prosperar”, afirmou o presidente americano.

    Ao elogiar Lula e Bachelet, Obama disse que os dois presidentes apontam o caminho que países “onde a tradição democrática não é tão enraizada” deveriam seguir. “Nós podemos tornar uma causa comum mostrar para esses países que democracia, respeito pelos direitos de propriedade, respeito por economias de mercado e respeito as leis podem levar a uma maior prosperidade”, completou o presidente americano.

  13. Ricardo Zanoni

    É raro, muito raro mesmo, a mídia brasileira acatar ou declarar algum elogio a Lula, dos muitos que ele tem obtido no exeterior. Tanto faz que seja da ONU, de colegas presidentes, ou de encontros com líderes mundiais como o de dias atrás, em Genebra, onde foi aplaudido e ovacionado várias vezes. Não sou chegado a jornalões,tevezonas ou revistonas. Malgrado isso, desta vez dou a mão à palmatória a “A Tribuna”, pelo seu editorial de hoje, 25/06/2009, sobre o presidente. Afinal, sem saída, os caras vão se rendendo aos poucos. Tá certo que o tucanato, vai se enfezar pra valer, quem sabe até trocar bicadas entre eles. A turma desse bico longo há que distorcer, manipular, escrever posts tendenciosos, inventar factóides e por aí vai. Contudo, contra fatos, só se pode tecer suspeitos argumentos que sejam inverossímeis. Ainda bem que não poderão acusar o jornalão de Santos de canalha petista. Ou será que sem mudar o Natal estão mudando eles ? Abaixo :

    Lula, o modelo – Editorial de A Tribuna de Santos, 25/06/2009

    Não foi um afago irrelevante a referência que o presidente Barack Obama fez ao presidente Lula, terça-feira, na Casa Branca, quando recebia a visita da presidente chilena, Michele Bachelet. Destacando a atuação dos dois países sul-americanos, Obama disse, especificamente sobre o governante brasileiro, que ele foi “uma pessoa muito prática, que, embora guiado por uma orientação política diferente da dos norte-americanos, soube manter relações ao longo de todo o espectro político da América Latina e instituiu todos os tipos de reformas de mercado que fizeram o Brasil prosperar”. Acertou em cheio, e Obama vê nisso um modelo para outros países com tradições democráticas “ainda não consolidadas”, ou seja, que a democracia e o respeito ao direito da propriedade e as economias de mercado são os fatores que podem conduzir a um maior progresso. O que Obama deixou claro é que o viés esquerdista não tem mais a importância que teve no passado, desde que fique limitado ao discurso e à ênfase aos programas sociais ¬ caso de Lula. É o contraponto a governos como os de Hugo Chávez, na Venezuela, e Evo Morales, na Bolívia, de perfil socialista e estatizante. Exatamente, aliás, como o PT pregava com entusiasmo em seus tempos de oposição, e acabou substituído pela visão pragmática de Lula, hoje celebrada em prosa e verso no mundo inteiro, inclusive no principal santuário capitalista.

  14. Boa noite sou um eleitor apenas desconfiado d+ com a política no Brasil.
    Acabei de mais uma vez assistir a propaganda eleitoral obrigatória e gratuita no meio do Jornal Nacional. Uma coisa que eu queria enfatizar (não sou filiado a nenhum partido apesar de já ter sido no PDT e PT, onde me desiludi) é que mais uma vez como todos os partidos, vemos um discurso batido, repetitivo de acusações e não de propostas sérias, sempre as mesmas falácias de todos esses anos e atitude que é bom não há nunca há, a violência a cada dia pior, sair de casa da um pânico pois não da pra ter certeza se volta pra casa vivo. Os partidos e os Políticos do Brasil entraram num estágio de alienação muito forte e que entra Presidente sai Presidente, entra Governo sai Governos as favelas continuam se não maiores ainda, a violência crescendo mais até que a economia numa proporção desigual, saúde e educação do mesmo jeito de sempre.
    E ainda todos os dias mais e mais denúncias de corrupção. Porque não propor medidas realmente funcionais, medidas duras contra os bandidos e propostas para dar emprego a essas pessoas que acabam virando marginais. Infelizmente o que eu percebo é que os partidos inclusive o PSDB não se preocupam em realmente estudar os assuntos de interesse a nação para ao invés de acusar quem não fez apresentar propostas para tirar o Brasil do lixo, da lama na questão por ex da segurança pública. Eu estou insatisfeito e indigesto com a política no Brasil. O PSDB foi governo antes do PT e não venha me dizer que o PSDB é a solução pós LULA. (Me desiludi com todas as promessas do PT e do LULA e como todos os partidos que chegam ao poder também se corrompeu. Não sou de esquerda sou do que realmente dê certo em todos os sentidos da Política. O Brasil merece um político de atitudes como o JK foi e em milhares de políticos não o encontramos. O que a política no Brasil se tornou? O que os políticos do Brasil se tornaram? Apresente uma proposta séria para o Brasil, tenha atitude e vontade de realizar as mudanças que o Brasil e os Brasileiros precisam.
    Pense e reflita com este manifesto político. Obrigado,
    Daniel de Alencar
    Gostaria que nossos representantes lessem este texto e refletissem um pouco.

    (RAUL EU MOSTREI PARA O SERGIO FERREIRA O SERGINHO DE SANTOS E ELE MANDOU EU MANDAR PRA VC ESTE MANIFESTO). INFELIZMENTE TENTEI MANDAR PARA O FALE CONOSCO NO SITE DO PSDB MAS NÃO FUNCIONA NEM MESMO NOS BLOGS. UM ABRAÇO!

  15. Como nas escolas públicas os filhos dos abastardos e dos políticos deveriam estudar.
    Deveriam também serem obrigados a serem consultados na área da saúde pública, seje ela, SUS, estadual ou municipal.
    DOs políticos eleitos, deveriam, enquanto estivessem no poder, por obrigação de residir em barracos de madeirite, em palafitas.
    Na questão do Presidente alardiar que o aumento de impostos serve para tirar dos ricos para doar aos pobres, é mais uma das suas lorotas, e olha que o povo gosta de lorotas, senão seu governo não teria toda essa popularidade, só que enquanto empresta dinheiro ao FMI, e agracia seus ler-manos, da venezuela, bolívia e Cuba, com presentinhos como Refinária e construção de gasoduto e outros, não enxerga milhões de conterrâneos do agreste nordestino que quase nunca tem o que por na panela para cosinhar, a não ser água e farinha. Água qdo. chega algum carro pipa!
    Agora ele não está sozinho qdo. beneficia os banqueiros, outros ou todos já os fizeram. Não vamos culpar só quem estar no poder, mas todos que estiveram e nada fizeram para melhorar a situação dos que vivem abaixo da linha da miséria, dos que estudam nas escolas públicas com instruções pífias, os que são obrigadosa a recorrer do atendimento na área da saúde pública, e mais ainda: qdo. precisam se enternar para fazer qualquer tipo de sirurgia é que o bicho pega, quase sempre não há leito e muitas das vezes nem macas para ficarem amontoados nos corredores dos hospitais,como assitimos por nosso Brasil afora.
    Portanto, até que se prove o contrário, todos os governantes ou os ex. governantes, ytem culpa no cartório.
    Aproveitando a medíocre decisão dos ministros ,(com letra minúscula)do stf, da não obrigatoriedade do diploma de jornalista para exercer a profissão, me4 reservo no direito, mesmo sem sequer ser advogado e portanto muito menos juiíz de dar um veredito sobre a falta de coerência e demagogia de todos que estão no poder e os que estiveram, e não resolveram o que seria o básico para o cidadão ter uma vida dígna, com igualdaqde de direitos.
    Educação de qualidade!
    Saúde pública com qualidade!
    Salário mínimo, digno!
    SIMPLES, NÃO>!!!!!!!!!!!!!!!!?

  16. Tinha me esquecido do veredito, mais para bom entendedor,basta uma palavra.
    CULLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLPADO.!!!

  17. Que vergonha!
    Um presidente brasileiro, que sempre combateu os “imperialistas” e os especuladores, agora celebra o fato de ser o ídolo do maior paraíso do capitalismo do planeta.
    O Brasil está sempre na contramão da evolução histórica, aderindo a tudo aquilo que fracassa no resto do mundo.

  18. Um pouquinho de diversão para quebrar o gelo e comparar a campanha de 2006 com a atual campanha antecipada ilegalmente.
    Vejam como a história se repete.
    Muitas promessas e nada cumprido.
    Agora, as mesmas promessas depois de oito anos no poder, muito tempo para quem não fez absolutamente nada, mas poderia ter feito com tanto dinheiro no cofre.

    http://www.youtube.com/watch?v=PgpNYGlDw8c

  19. marcelo cerato

    parabens Raul pelo seu post,realmente o governo e dificil de engolir falam muito e fazem pouco,ate mesmo o preco da gasolina continua o mesmo nunca mudou,atualmente estou morando no japao e aqui apesar da gasolina ser importada custa menos que no brasil e mais uma serie de coisas o brasil supera os precos,pobres de nos trabalhadores,o pais continuara no atraso enquanto tivermos politicos hipocritas,mediocres e mercenarios

  20. marcelo cerato

    Raul a grande verdade e que os politicos sabem o que o brasil precisa para crescer e simples e so se espelhar nos paises de primeiro mundo igual ao japao onde estou morando entre outros tantos,acontece que esses mesmos politicos preferem esconder a realidade e nao fazer nada,afinal do jeito que esta fica mais facil de enriquecer as custas de um povo que nao reage as orgias de politicos hipocritas,mediocres e mercenarios.

  21. marcelo cerato

    minha opiniao e a seguinte na atual situacao da politica no brasil deveriam tirar as palavas ordem e progresso da bandeira do brasil e colocar desordem e regresso,assim faz mais sentido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *