Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Morre Neco Sobral, quadro tucano !

Jovem quadro gestor do PSDB, elogiado por Mário Covas.
Quando Emmanuel Nóbrega Sobral tomou posse como presidente da Eletropaulo, na época (janeiro de 1996) uma empresa estatal do governo do Estado de São Paulo, ela era a terceira maior empresa brasileira em faturamento (por volta de R$ 5,4 bilhões). Ele era um jovem de 34 anos de idade, que havia deixado a direção financeira da Companhia Energética de São Paulo – Cesp, sendo bastante elogiado pelo então governador Mário Covas ao justificar o seu trabalho e a sua responsabilidade em equacionar uma dívida de R$ 3 bilhões, com grande parte no curto prazo, negociando com a Eletrobrás e o governo federal: “A Cesp enfrentou problemas financeiros gravíssimos, e ele deu conta muito competentemente”, acentuou Covas. Triste relembrar dessa passagem somente hoje, quando Neco Sobral partiu para o outro lado da vida sem se despedir de todos nós.

Neco foi um quadro técnico e profissional do PSDB, daqueles que as principais lideranças do partido sempre fizeram questão de ressaltar desde a fundação do partido em 1988. O Partido dos Tucanos nasceu como um “Partido de Quadros”, com vocação para governar. Talvez por isso mesmo, além de uma análise estritamente política da conjuntura sete anos mais tarde, o PSDB tenha chegado na infância ao governo brasileiro, tendo como meta a estabilização da economia do país e o lançamento das bases principais para a implantação de uma rede de proteção social, que passaram a oferecer safras bem sucedidas ao Brasil.

Uma grande parte desses quadros da militância do PSDB veio das universidades e da vida acadêmica. Neco frequentou esses caminhos, mas também era oriundo de uma família empresarial de São Paulo, responsável pela Sobral Invicta S/A (indústria fabricante das famosas garrafas térmicas da marca Invicta, dentre outros produtos) e também pelo estímulo à sua formação como engenheiro mecânico e administrador financeiro.

Conheci melhor Emmanuel Sobral durante a campanha que elegeu Fernando Henrique Cardoso para a presidência da República em 1994. Gilda Portugal Gouvea, nossa amiga comum e também fundadora do PSDB, foi a responsável por essa aproximação. Neco revelava uma alma vibrante e solidária. Chegava do trabalho e explanava ideias para o futuro de São Paulo e do Brasil, mobilizando-nos para as novas perspectivas. Pensava muito rápido e sorria antes de ouvir o que havíamos pensado sobre o mesmo assunto. Tinha também uma grande capacidade de aproximar e unir quadros diferentes e colocava os seus espaços pessoais para atender a essa finalidade construtiva. Gostava de organizar.

Certa vez contou uma passagem sobre o dia em que tomou posse na presidência da Eletropaulo: __ Por causa das chuvas ocorridas nessa data, a sede da empresa só não ficou às escuras, porque o prédio possuía gerador próprio. Pelo menos 10 bairros da zona sul da Capital de São Paulo ficaram sem luz e, com a interrupção do fornecimento de energia naquele momento, a estatal paulista, a maior distribuidora de eletricidade do país, com um mercado estimado em 22,2 milhões de pessoas, deixou de arrecadar R$ 605 mil. Logo Emmanuel, que abominava perdas, sabia que era um sinal para a modernização e para as medidas que iniciou, preparando a Eletropaulo para o processo de privatização.

Era impressionante ouvir de um gestor tão jovem a sua audácia. Suas ideias e resultados estavam avalizadas por uma figura tão importante e exigente como Mário Covas. Mas o endividamento da Eletropaulo, de R$ 6 bilhões, era deveras preocupante. O desafio de Neco Sobral foi grandioso e ele cumpriu o seu papel num período bastante curto no Governo do Estado.

Passos seguintes os levaram a Brasília, para a equipe do presidente FHC, no Ministério dos Transportes e, de volta a São Paulo, para a presidência da Sobral Invicta, onde mais recentemente compôs como membro do Conselho de Administração da sua empresa. Quando Horácio Lafer Piva assumiu a presidência da Fiesp, Emmanuel Sobral foi seu diretor secretário, acompanhando-o também na AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, onde atuou como membro do Conselho de Administração e foi um de seus vice-presidentes.

Não me esqueço da maneira com que o ministro Paulo Renato Souza o distinguia, como amigo e gestor competente. Paulo Renato sempre foi muito exigente com os seus amigos, dentro e fora da sua equipe de trabalho. Juntos dirigiram o ISD – Instituto Social Democrata, criado no final dos anos 80 por Fernando Henrique Cardoso.

Fazia tempo que não conversava com Neco, mesmo pelas redes sociais. Nos últimos anos ele vivia em Portugal, lugar que escolheu para viver até os seus últimos dias. Vontade atendida, prematuramente, infelizmente!

Adeus, Neco Sobral, amigo e companheiro de muitas jornadas! Saudade!

Compartilhe

21 comentários em “Morre Neco Sobral, quadro tucano !”

  1. Maria Concheta Martins

    Cada um de nós tem sua hora.Ele foi um homem integro, realizando sabiamente seus compromissos.Um belo exemplo para todos nós!

  2. Neco, onde quer que esteja saiba que vc deixou um espaço insubstituível em nossos corações.
    Lembraremos com muito carinho de vc, que foi uma pessoa tão especial.
    Saudades …
    Que Deus o acolha e descanse em Paz.
    Muita Luz!
    e até um dia…

  3. Nequinho,
    Saudades de um grande amigo, que vivemos momentos inesqueciveis, em Reveillons, Miami e Portugal.
    Descance em paz….
    Grande abraço,
    Papinha

  4. Meu grande amigo Neco,
    Sentiremos a sua falta. Vc sempre foi uma pessoa íntegra, Impar e especial. Descanse e Deus o acolherá e o entenderá.
    Simone Resek

  5. Vai deixar muitas saudades…
    que Deus te ilumine e saiba que viverá para sempre em nossos corações.

  6. Patricia Lancellotti

    Manolo,

    Muitas saudades!!! Grandes lições. Obrigada por tudo.

    Beijos, Pazinha

  7. NECO! QUERIDO..QUE TENHA O LUGAR QUE VC MERECE DIANTE DE DEUS..FALAMOS TANTO SOBRE SUA CASA DE PARATY POR FONE..QUANTAS VEZES E VC SEMPRE AGRADPAVEL..HOMEM DE BOM GOSTO! BEM..UM DIA TE ENCONTRAREI ,QUEM SABE! FORTE ABRAÇO NO SEU ESPÍRITO!DO BEM! bya barros

  8. Tato Botelho

    Necão, meu querido Amigo
    Obrigado por ter semeado tanta generosidade, bondade e a gratidão, uma postura que vc mantinha sempre imutável perante qualquer ser humano independentemente da cor, raça ou posição social. Mais pessoas investissem nesta invulgar plantação e teríamos certamente um mundo muito melhor. Um grande e carinhoso abraço. Saudades, Tato

  9. Cláudio Nuno

    Que Deus guarde sua Alma em descanso amigo que foste tão generoso e cordial onde quer que estejas Um Abraço Fraterno e descansa em paz !
    Cláudio Nuno.

  10. Marta Midori

    Neco, vc foi um grande exemplo de companheirismo, solidariedade e respeito ao ser humano. Vai fazer muita falta por aqui! Um saudoso abraço.

  11. estefani santos

    Neco, não tenho palavra para falar de vc. me lembro do ultimo Abraço que me Deu aqui em paraty Saudades eterna um homem que só plantou coisas boas…

  12. Dijalma Lacerda

    Adeus Neco Sobral

    Seus amigos jamais deixarão de reverenciá-lo pelo seu apego à seriedade, à corretividade, e, sobretudo pela sua lealdade às coisas honestas.

    Dijalma Lacerda (Campinas)

  13. Os poucos momentos que convivemos foram inesquecíveis. Ano novo de 2004 em Paraty foi maravilhoso.

    Neco era um lord.

    Obrigado!!!

    Sergio e Jeanne

  14. José Renato

    O Neco foi meu primeiro chefe ainda sem terminar a faculdade em 1989 na Sobral Invicta. Saí pouco depois da empresa para viajar pelo mundo.

    Encontrei-o em 1995 no saguão do prédio de um banco em que trabalhava. Tive poucos chefes na vida, mas de longe ele foi o único inspirador.

    Ele me disse que aproveitava a vida ao máximo talvez porque ele tivera um problema no olho na infancia e teve medo de perder a visão.

    Abraço Neco

  15. Jorge Esposito

    Lembro-me qdo o Neco ouvia que eu iria parar os estudos pois não estava conseguindo pagar e ele me chamava na sala dele e pedia meu boletim de notas. Não preciso dizer o que acontecia. Na época eu era office boy. Hoje tenho 39 anos e sou empresário. Entendo melhor o Neco nesta fase. Muita saudade.

  16. Arnaldo Parra

    O Neco, foi meu amigo na faculdade de Engenharia, na FAAP. Um líder, pessoa afável, inteligente e articulador. Fiquei sabendo somente agora, consternado, desta perda inestimável para a nossa sociedade.

  17. Monica Moreira

    Querido Neco,

    Que triste! Saudades de voce desse jeito meigo e querido de ser! Desculpe a falta de tempo… Senti muit avontade de falar com vc hoje!!!
    Que vc esteja feliz onde quer que esteja!

    Deus te cuide querido!

    Monica

  18. Qdo o Neco foi ser diretor financeiro da Cesp, fui escolhida para ser sua secretária, ali começou uma amizade bem bacana, na sexta 30/04/16, conheci a Cristiane e em conversa fiquei sabendo dessa fatalidade precoce. Infelizmente perdi o contato com ele, mas sempre lembrando dele com muito carinho. Espero que ele esteja muito bem onde estiver e, um dia nos encontraremos. Ainda chocada com a triste notícia, saiba que nessa vida você foi um exemplo de lealdade, honestidade e principalmente de solidariedade. Fique em paz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *