Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Menina presa com homens, chocante !

A semana foi marcada pela notícia de que uma adolescente ficou detida em uma cela com cerca de 20 homens, por pelo menos 26 dias, no Estado do Pará, sofrendo todo tipo de abuso. Chocante e inconcebível um acontecimento como esse, principalmente com a justificativa da governadora Ana Júlia Carepa (PT), que não se trata de um caso isolado, porque há muitas celas mistas em todo o Estado. Ela diz que, por decreto (sic), vai impedir a continuidade de uma barbaridade dessas.

Se fosse para exercitar uma crítica oportunista, logo construiria uma ponte entre esse caso e o jeito petista de "governar" a segurança pública e o sistema prisional do Estado brasileiro. Pois, quando aconteciam as rebeliões organizadas em São Paulo, no primeiro semestre de 2006, por exemplo, houve petistas comemorando o "fracasso" da política de segurança dos tucanos. Chegaram a explorar eleitoralmente essa situação, numa enxurrada de mentiras e promessas, retardando ainda mais as soluções esperadas por toda a sociedade.

Recordo-me do presidente Lula da Silva oferecendo ajuda a São Paulo para controlar a situação, mas a crise da segurança pública não era um privilégio paulista. Foram expostas as radiografias das fraturas do aparelho policial brasileiro e confirmado o seu estágio atrasado nos investimentos em inteligência, comunicação e armamentos. É também fundamental uma maior atenção aos policiais civis e militares, nas suas condições de trabalho e recompensa salarial digna.

Após essa constatação requentada, não faltaram projetos estaduais de prevenção à violência e treinamento policial, encaminhados a Brasília, para obter recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. No entanto, infelizmente, ainda perdura no Brasil o jogo político na liberação de verbas públicas, quando não se confirma a incompetência gerencial ora exemplificada no Pará.

Ao ler a entrevista da governadora Carepa, admitindo ser comum mulher em cela de homens no seu Estado, e que foi "bom tornar isso público, para que toda a sociedade se mobilize e possamos acabar com essas práticas", há uma confissão de agente público e político omisso e despreparado.

Quantas meninas e mulheres ainda servem de presas aos presos no Pará? Porque uma simples ordem de governo ao sistema de segurança local não obtém a resposta instantânea que o próprio mundo espera, até pela repercussão internacional desse caso? Realmente, incompetência combina bem com governos que só geram muita expectativa na população.

Compartilhe

7 comentários em “Menina presa com homens, chocante !”

  1. Raul, Bom dia.
    Não é tão chocante esse caso que é prato cheio para as mídias jornalísticas que estão acostumadas a (por razões da subserviência ao IBOPE) repetir a notícia ruim com a indignação publicitária, “moralista” da “nossa” cultura capitalista do ter e não ser…eis a questão que você aborda com a precisão do jornalista, e político que ainda cultiva os valores humanos como primordiais.
    Este Brasil, Estado do Carnaval, futebol…inserido na Sociedade dos “Espetáculos” etc…e tal.. já está mais do
    que desmoralizado, depois que a “nossa” Ministra do Turismo ao se referir à aberração que é o Marketing do Tursimo sexual (com o agravante da prática passiva das menores, em busca de dólares e euros) diz com toda a pose de sexóloga bonitona, aos microfones e para as câmeras fotográficas e das TVs…com a ironia da classe impune:
    “-RELAXA E GOZA KKKk”

    Raul,sinceramente,com essa Indústria Cultural das mídias capitalistas do lucro a qualquer preço…não vejo saída.
    O ser humano pobre é um personagem que Plinio Marcos, Guarnieri, Boal e outros mais, deram as denúncias sociais
    que não foram medidas ou aprendidas, sequer tentadas a procurar soluções culturais por essa nossa “democracia” que segue a marcha ditatorial, em direção ao primeiro mundo global do desenvolvimento financeiro.
    Primeiro mundo ? kkkkkk.

    Abraços fraternais

    Ivan Alvim

  2. A noticia de que uma jovem ficou detida numa cela algumas semanas, submetendo-se aos caprichos dos demais detentos, é revoltante. E vem somar-se aos absurdos que ocorrem no nosso sistema policial. Pensar que o PCC foi gestado num presidio paulista,o mesmo Estado onde dias atraz policiais foram escalados para o transporte de presos de alta periculosidade, sem escolta. E foram assassinados brutalmente.E em Minas Gerais? E no Rio Grande do Sul? Ou seja, independende do Estado, a situação da policia militar e civil, com as exceções de sempre, deixa a desejar. Pelos baixos salários, pela falta de investimentos em tecnologia, pelo treinamento do pessoal. Por outro lado, a Policia Federal mostra como trabalhar de forma efetiva. Que este fato do Pará não se repita. E que sejam tomadas as providências cabíveis pelas autoridades estaduais. Sem necessariamente ter de fazer pronunciamentos. Já estamos cansados de falações de sociológos e que tais. Queremos ação.
    Uriel Villas Boas – Coordenação CSC – Baixada Santista

  3. Marco Uchôa

    Este fato ocorrido no estado do Pará da menina presa em meio à 20 homens não pode ser aceito por nossa sociedade como mais uma notícia. Aceitar passivamente este fato é nos trasportar como seres humanos à uma condição de barbaros. Fosse este um país sério e governado por gente séria, ao meu ver, seria motivo mais que suficiente de uma intervenção no Estado. Isso foi uma das mais brutais das torturas, igualada à quelas do regime militar. Imposssível um ser humano racional e com um mínimo de dignidade ler uma notícia desta e ao menos não demostrar sua indignidade de alguma forma. Caso tivesse algum poder e ascendência sobre aquelas “autoridades” que praticaram e praticam tal ato, seria meu dever intervir de imediato. Mas o que se pode esperar destes indivíduos que venderam sonhos e entregam pesadelos ao nosso sofrido povo brasileiro. (turminha do PT do Pará e Federal).
    Marco Uchôa – Engenheiro

  4. Carlos de Brito

    Olá Raul!

    Este caso ocorrido no Pará, não se copara a nada. Não dá para fazer comparação com criação de organização criminosa, falha na escolta ou falta de capacitação. Há sim, incompetência na Politica Nacional de Segurança Pública como “Nunca houve antes neste Paiz” comforme gosta de falar o teu presidente Lula de Silva. O caso é tão abjeto que requer atitudes imediatas e não discursos.
    Casos iguais a essesósó aconteciamno tempo da Ditadura quando se torturavam as mulheres e os homens também.
    O Decreto da governadora do P T só pode ser brincadeira ou coisa de quem não tem o que fazer. Sendo assim eu sujiro à governadora, com minúscula mesmo, do P T baixar Decretos proibindo que homens usem banhiros de mulheres e mulheres proibidas de usarem banheiros de homens. Que homens não entrem em consultório Ginecológico quando as mulheres estiverem sendo examinadas e que as mulheres não entrem no consultório quando os homens estiverem em exame prostático e, etc…etc…etc e tal.
    Raul, desculpe tomar muito espaço mas, a indignação é maior.
    Um Abração Tucano!
    Brito.

  5. Luciana Canuto

    Vimos que esse foi um caso clássico do exercício do “poder de polícia” por parte da mídia. Esta história reflete muito bem o livro “Crônica da Morte Anunciada”, de Gabriel Garcia Marques. Todo mundo na comunidade sabia o que estava acontecendo e o que viria a acontecer e fez vista grossa.

    Com o estardalhaço da mídia pipocaram justificativas e deliberações. Ainda estamos todos chocados com a sucessão de explicações da Governadora e da polícia local.

  6. leopoldo pontes

    O interessante – e pior de tudo – é que essas coisas acontecem já há muito tempo e a própria governadora se mostra conivente com o fato. Conivente, sim, pois era caso de já ter se posicionado, relatado e feito o tal “decreto” (?) há muito tempo!!!
    O nordeste, com seu coronelismo atuante, é pródigo em atos dessa espécie, e é quem pode levar o atual presidente a um terceiro mandato. Se o PSDB quiser fazer outro FHC, terá que trabalhar muito!

  7. não me espanta muito a repercussão do fato, uma vez que é muito fácil jogar pedra nos governos petistas. Agora ninguem comenta o que ocorre nas terras de Aécio, de uma pesquisada, depois se arvore como arauto da dignidade e da decência para criticar alguem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *