Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Imponderáveis candidaturas tucanas ?

O último final de semana revelou o jeito tucano de ser imponderável. E olha que sou dos tucanos mais afoitos, que paga caro o preço de maturar rapidamente convicções e posições. Talvez seja um dos mais indignados com a letargia e com a falta de vontade de interpretar cenários e de construir estratégias para o futuro. Estou sempre cobrando posições, relembrando raízes históricas que expliquem o presente. Fico atormentado com a lucidez, quando o óbvio é ululante e não vejo reações, mas estou sempre provocando meus companheiros à reflexão, mesmo quando pareço remar contra a correnteza. Mas juro que me surpreendi com a saraivada de posições políticas tucanas; aliás, creio que nunca observara tanta "tensão" no ninho nesses 20 anos de existência do PSDB, justamente porque os atores do noticiário são protagonistas da nossa história.

FHC deu uma longa entrevista ao jornal "O Estado de São Paulo", no último domingo (13), e, num determinado momento, comentou com o repórter sobre as suas falas recentes: "Estou falando o quê penso, e todos sabem que frequentemente tenho posições contrastantes com setores do partido. Até porque acho que o PSDB também tem de ter posições mais claras. Aliás, tanto a intelectualidade quanto os líderes políticos têm sido pouco eficientes em sensibilizar a opinião geral com algumas idéias".

Logo imagino que o leitor deste blog já percebeu que faço questão de manter a minha identidade com FHC. Ele inspira uma boa parte dos meus comentários de sacudimento do comportamento tucano, fornecendo munição para discursos inflamados para dentro e para fora. Contudo, diante das suas colocações cuidadosas ao jornal, das repercussões e de outras entrevistas de companheiros, acho que o tabuleiro de xadrez despencou, de vez, de cima do guarda-roupas. Justo nós, que fomos sempre tão ponderados e até chamados de "em cima do muro"!?

Tucano não tem limites para contemporizar, principalmente quando encontra pelo caminho projetos políticos similares. Qualquer norte ou ambição que seja tem a proteção do respeito entre quadros de qualquer escalão. O tucano autêntico não aceita dispersão e aposta no entendimento, como se tivesse o corpo tomado por uma alma mineira. Sabe que é importante para o PSDB dispor de um projeto de poder, mas não desafina no fortalecimento do seu arco de alianças, ultimamente formado com o DEM, o PPS e o PV.

Na maioria das vezes, são raros os tucanos que se apresentam como pré-candidatos a alguma coisa, porque vale a voz da consciência a questionar, no caso de uma possível disputa para o parlamento (vereador, deputado, senador), se a sociedade o reconhece a sua liderança ou simplesmente a mosca azul cegou a sua racionalidade ou ainda se é candidato de si mesmo. Para o executivo (prefeito, governador, presidente), a primeira questão a ser considerada está relacionada à vez na fila, depois se a sua pretensão une o partido, ou é apenas uma demonstração de força, uma bravata (esta última sempre apresenta os piores resultados).

Qual a razão deste comentário?

FHC disse na sua entrevista ao Estadão, que o PSDB deveria apostar na manutenção da sua aliança com o DEM, e não disputar com Gilberto Kassab as eleições para a prefeitura de São Paulo deste ano. A pouco menos de 10 meses das eleições, Geraldo Alckmin respondeu a FHC, que não mudará "um milímetro" a sua intenção de disputar o comando da Capital paulista. Isso agrada aos tucanos que sempre defenderam o partido tipo sangue puro, sem pensar no tabuleiro de xadrez ou na mandala.

Nas páginas amarelas da revista "Veja", o senador Arthur Virgílio manteve o tom de Geraldo, quando indagado sobre qual o melhor candidato do PSDB à sucessão de Lula, José Serra ou Aécio Neves? Para Arthur, o mais importante para o partido é que está definido que o candidato será escolhido em eleições primárias, como nos Estados Unidos. As prévias servem para testar vários nomes e definir quem tem a capacidade de unir o partido. Com a ação do PSDB na CPMF, a militância está mobilizada: "Meu nome estará nas primárias do PSDB para definir o candidato à Presidência da República", bradou Virgilio.

Realmente, tão longe das eleições, uma febre imponderável, com todo o direito e respeito que cada um dos nossos protagonistas pode ter e merecer! Que tal refletir abertamente, porque a questão foi colocada à imprensa antes de um debate interno?

Compartilhe

9 comentários em “Imponderáveis candidaturas tucanas ?”

  1. sami bussab

    Parece-me que faltam os verdadeiros politicos de nosso partido (Covas; Montoro;etc) que eram capazes de liderar colocando o intresse do partido e da nação acima de projetos pessoais._

  2. Ernesto Donizete da Silva

    Caro Raul,

    Realmente a letargia assola os ninhos tucanos. Não podemos ficar vivendo da “política de retrovisor” (vivendo do passado); obviamente a história do partido é incontentável e vitoriosa, mas como você mesmo assinalou o partido está apático, uma boa parte dos membros não atua em prol do partido.

    Vejamos no cenário da baixada santista, temos apenas um dos prefeitos (Mourão – Praia Grande), participamos de outros governos municipais como é o caso de São Vicente (Paulo de Sousa), Cubatão (Pinheiro) e em Santos em alguns cargos em apoio ao prefeito Papa.

    Tudo isto é válido, mas ainda é pouco, muito pouco diante do ótimo nível dos membros que compõem nossos quadros. Atualmente estamos à frente do Governo do Estado de São Paulo com grandes estimativas de assumirmos futuramente o município de São Paulo e posteriormente o Governo Federal.

    Devemos, no entanto fortalecer a política do PSDB na região, dando o apoio necessário as candidaturas locais e mais, devemos estar também ocupando os vários cargos existentes na região e que estão no momento sendo ocupados por pessoas totalmente estranhas aos nossos quadros e sem nenhum compromisso com as doutrinas do PSDB.

    Não estou falando de despotismo ou de apadrinhamento. Estou sendo claro e incisivo na colocação de pessoas capazes, com qualificação, nos cargos que são do governo em todas as esferas – pois isto faz parte do jogo político.

    Desta maneira, ao meu ver, estaremos fazendo jus aos pontos basilares que um dia fizeram com que o PSDB fosse fundado.

    Ernesto Donizete da Silva
    PSDB – Santos

  3. Raul, segue a baixo um e-mail q recebi agora:

    ‘Já imaginou a zona que seria… ‘>’
    ‘>’VOCE JÁ IMAGINOU A ZONA QUE O PT FARIA SE NO GOVERNO DO FHC:
    ‘>’A epidemia de dengue fosse incontrolável como agora? E a febre aftosa?

    ‘>’Se faltasse gás?
    ‘>’Se os lucros dos bancos fossem tão vultuosos como agora?
    ‘>’Se houvesse tantos acidentes aéreos?
    ‘>’Se houvesse o caos aéreo?
    ‘>’Se o FHC se rebaixasse para o ditador Chaves e para Cocaleiro Morales?
    ‘>’Se o FHC comprasse um avião tão luxuoso?
    ‘>’Se todos os amigos do FHC fossem corruptos?
    ‘>’Se o FHC perdoasse a dívida de tantos “amiguinhos”?
    ‘>’Se o FHC tivesse um filhinho tão espertinho?
    ‘>’Se as despesas do palácio aumentassem tanto?
    ‘>’Se alguma ministra de FHC nos mandasse relaxar e gozar?
    ‘>’Se a primeira dama não fizesse porra nenhuma mas tivesse cartão de crédito
    ‘>’ilimitado?
    ‘>’Se o FHC aparelhasse o estado com milhares de empregos para os “companheiro”?
    ‘>’Se algum aspone do presidente nos mandasse tomar no … quando caísse algum avião?
    ‘>’Se o FHC declarasse sempre que não sabia de nada?
    ‘>’Se o FHC fosse amiguinho do presidente mais corrupto que o senado já teve?
    ‘>’Se o leite contivesse soda cáustica?*
    ‘>’Se algum ministro do FHC declarasse que soda cáustica no leite não faz nenhum mal?
    ‘>’O que o PT diria? Aonde anda o PT?

    Quem sabe faz a hora, não espera acontecer…

    .
    ‘>’Autores conhecidos – (brasileiros arrependidos)
    ‘>’

  4. Caro Raul,

    Os tucanos sempre foram assim, vc. sabe. É um desfile de egos sem fim.

    Só lembrando:

    -FFHH perdoou e muito as dividas de amigos ( e de “compradores” de estatais também…).
    -FFHH financiou a venda das estatais com dinheiro do BNDES, ou seja, nosso dinheiro. Queria um amigo assim!
    -Alckmin, FFHH, Serra, se omitiram naquele Dia das Mães Sangrento, qdo. o PCC fez a farra do boi.
    -FFHH passou boa parte do primeiro mandato só sentado nos louros do Real.
    -FFHH quis porque quis aprovar o seu projeto pessoal de reeleição e depois, já no governo Lula, fez coro para acabar com o mesmo.
    -FFHH não tinha filho esperto mas tinha genro muito esperto!
    -As despesas da corte já eram enormes da época de Dom FFHH.
    -Roberto Jefferson era figura carimbada na corte de FFHH.
    -Os bancos já lucravam e muito no governo FFHH, não só agora.
    -FFHH Criou o famigerado imposto, muito IMPOSTO,chamado de CPMF.
    -A dengue já era epidemia na época de Dom FFHH.
    -Vários “aspones” de FFHH falaram um monte de bobagens ( e a nossa imprensa livre nunca disse nada, nem os detratores de Lula, gozado!…).
    -Na época de FFHH o líder popular, jamais ditador, Hugo Chávez, não era redicularizado pelos tucanos emplumados ( será pq. FFHH, pelo menos nisso, não caía na tentação de esculhambar Chavéz??? ).

    É, tem gente que precisa melhorar suas memórias, ou recorrer aos informes noticiosos da época de FFHH para não viajar na maionese e sair por aí contando fantasias. Que há falhas no governo Lula, não existe dúvidas, mas esquecer o anterior, tenha dó! Abs.

  5. Raul,
    Sei que estou atrasada no comentário (acabei não lendo esta matéria antes). Mas e quanto ao PSDB de Santos? Os jornais divulgam que temos dois nomes de candidatos a Vice-Prefeito, ambos honrados e de grande história partidária, pessoas que muito admiro.Ficou duas interrogações em minha mente:Quando e quem decidiu que Santos não teria uma candidatura própria? E caso, realmente, exista uma composição, não existem outros nomes no quadro partidário para pleitear tal disputa, ou foram por algúm motivo,”esquecidos”? Com a palavra, O Diretório Municipal do Partido.

  6. O Brasil está andando sozinho, porém, meio capenga em comparação ao resto do mundo.
    Eu ouvi um comentário interessante na TV, que revela a realidade de nosso país. “O setor privado resolveu esquecer que existe governo” e faz o que é possível, porque o brasileiro tem criatividade, iniciativa e competência inigualáveis, ao contrário de nossa elite federal.
    Eu fico imaginando, com as condições mundiais atuais, o desperdício de ver o José Serra, brilhante e cheio de idéias e atitude, sem ter tido a oportunidade de estar conduzindo o destino dessa nação. Seríamos potência mundial!!!!!!!!!!!!
    Por isso, o PSDB tem que pensar num projeto grande e garantir o apoio de políticos decentes. Não é hora de criar atritos medíocres. Além disso, o Serra já foi altruísta uma vez, e abriu mão de uma disputa tão importante para o país, mas evitou um estrago maior. Quem tem a mínima noção, percebeu que os tucanos estavam se auto-destruindo.
    Outros podem ser maravilhosos, mas tanto o povo consciente, quanto o arrependido, está esperando o Serra.
    Enquanto isso, vamos acertar no alvo certo e satisfazer a vontade da população.

  7. Por favor, entendam a situação do povo brasileiro.
    Há uma parcela iludida e enganada pela propaganda mentirosa do governo.
    Porém, a maioria (eleitores que jamais votam no Lula, quem votou nele e se arrependeu e os que anulam o voto) jamais votariam no PT ou partidos aliados. Jamais aceitem esse tipo de proposta indecente. Vocês foram escolhidos para ser oposição e devem assumir essa missão com responsabilidade e dignidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *