Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

PSDB vê futuro!

O Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB está comemorando hoje 19 anos de sua fundação e refaz o seu planejamento estratégico para o futuro, com foco e ritmo. Recente na história política do Brasil, o partido já se mostra experiente no hábito de governar. Presidiu o país durante oito anos, dois mandatos, com Fernando Henrique Cardoso; e governa São Paulo há 12, desde 1995, com Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra. O desafio presente é o que se pode chamar de uma refundação de idéias, programas e ações; por isso, no meio de uma conjuntura de expectativas, os tucanos começaram a revitalizar o discurso em seminários preparatórios para o seu II Congresso Nacional Programático.

O Brasil de 1988 era outro, mergulhado nos afazeres da Constituinte, na consolidação da abertura política e nas polêmicas geradas pelo governo de José Sarney. Inflação galopante, gastos públicos incontroláveis, escândalos financeiros, dívida externa desgovernada, clientelismo. Aquele que seria o primeiro governo da Nova República optou por ser o último da velha República, não restando alternativa para os principais líderes políticos do Congresso naquela época – Covas, Fernando Henrique, Serra, José Richa, Pimenta da Veiga, Euclides Scalco – senão formar uma organização mais programática.

Como bem inscreveu o saudoso Franco Montoro, na abertura do texto do Programa do PSDB, o novo partido nasceu "longe das benesses oficiais, mas perto do pulsar das ruas", para hever avanço no país, diante das mudanças que se verificavam no mundo. E esse novo partido nasceu também com a vocação de entender o papel do Estado de uma outra maneira, não como único instrumento de transformação da realidade, mas como uma agremiação aberta às ruas, à sociedade e de conotação democrática.

Mas o PSDB, como tem refletido o seu presidente de Honra, FHC, precisa ter mais convicção na defesa do que já realizou enquanto estava governando, principalmente o país. Para ele e para uma parcela grandiosa de tucanos, houve certo constrangimento na defesa das ações durante o seu governo, na campanha presidencial do ano passado. Sobra razão a FHC quando afirma que "partidos que não defendem seu próprio legado não existem. A população não os identifica. Precisamos recuperar nossas conquistas, ou o PT vai passar a faturar com elas. Daqui a pouco a estabilidade vai ser do PT, que trabalhou contra o Plano Real".

Há muito a fazer. E a expectativa desse momento de travessia para um novo programa e visão de futuro implicar acreditar que o PSDB ressurgirá a caminho dos seus 20 anos, maduro, mais forte, pronto para enfrentar e vencer 2008, 2010. A agenda política do PSDB para o presente inclui a complementação das reformas necessárias, com ênfase na política e na tributária. Mas o partido continuará deparando com os conflitos internos, que são parte da vida. Assim pode consolidar suas idéias, organização e liderança, para mobilizar a sua militância com maio eficiência para o debate, o respeito e a unidade para a vitória.

Compartilhe

5 comentários em “PSDB vê futuro!”

  1. Luciano Araujo

    Dentro deste s aspectos traçados com sabedoria e cautela por um de nossos fundadores venho a resaltar a importancia daparticipação da JUVENTUDE neste processo de reestruturação. As discuções e diretrizes deverão passar necessáriamente pelas esferas que um dia será a principal, nós jovens precisamos sermos ouvidos e acatados afinal seremos o futuro do partido e não podemos deixar este elo ser alargado pela falta de espaço e recurso. As grandes lideranças terão que conciliar suas diretrizes a necesidade do todo, principalmente quando este todo não vem de berço ou hereditariedade politica em sua maioria,precisamos que seja democratizado cada vez mais toda e qualquer diretriz partidaria só assim nos consolidaremos como o partido politico do povo e para o povo.Estamos no caminho no rumo certo e esta oportunidae quanto a reformulação ser imprescindivel, finalizando esta tentativa de abertura ao dialogo voltado aos menos influentes registro ao nobre e respeitado representante tucano um fato de suma importancia afinal o fortalecimento ser coletivo e o engrandecimento ser partidario! ([email protected])

  2. Zeca da Firenze

    Raul, com certeza estamos nos preparando , com muita maturidade para este novo desafio.
    Parabéns pelas suas palavras.
    Forte abraço.
    Zeca da Firenze – Vereador – Peruíbe

  3. Leandro da Costa Silva

    Bons ventos sopram a favor do PSDB, chegou nossa vez.
    O PSDB ve o futuro desde sua fundação, inspirado nisso que formamos grandes lideres, e sempre tivemos bons mandatos em nosso governo tanto no executivo quento no legislativo.
    Por isso temos a honra de ter em nossos quadros pessoas como o Senhor.
    Muito Obrigado Raul por que tem feito, pelo PSDB, pela Juventude em especial e Pelo nosso Municipio tão carente de ética, coerência e respeito pelo cidadão.
    Pode contar com nosca pre que der e vier. Guarujá eat de braços abertos, pro que é bom.
    Um grande abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *