Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Serra-Aécio !

A pouco menos de dois anos das próximas eleições presidenciais, o cenário atual é de deja vu (impressão de já ter visto ou experimentado algo antes) no ambiente do PSDB. Pesquisas nacionais indicam uma tendência folgada para José Serra se eleger presidente da República, mas as movimentações de bastidores vazam para a sociedade que o partido pode realizar prévias para a escolha do seu candidato, enquanto Lula vai repaginando e formatando o seu ‘poste’. Os dois principais jornais do país trazem artigos de fundo, neste domingo, que valem a pena ler e refletir sobre o momento tucano, porque estimulam a fórmula Serra-Aécio Neves para reconquistar a presidência do Brasil e o mote desunido-perdido.

Primeiro o jornal ‘O Estado de São Paulo’ publica matéria assinada pelo jornalista Carlos Marchi, indicando que “a cúpula do PSDB em São Paulo tomou a decisão política de trabalhar por uma chapa puro-sangue para a Presidência em 2010 e começa conversas para convencer o governador Aécio Neves (Minas) a ser candidato a vice do governador de São Paulo, José Serra. A fórmula, que tem forte inspiração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – que chamou para si o papel de mediador da escolha -, estipula que, num eventual governo Serra, Aécio seria bem mais que um vice: assumiria um importante ministério da área social para ganhar densidade nacional”.

Com isso, Aécio experimentaria a mesma repercussão que Serra teve a partir de 1998, quando assumiu o Ministério da Saúde; portanto Serra seria candidato agora e Aécio em 2014. A matéria comenta que o atual governador de Minas Gerais resiste à idéia, argumentando que uma sadia disputa interna ajudaria a mobilizar o partido nacionalmente. Sobre isso posso dizer de cátedra que o PSDB estará unido em 2010, se estiver assim desde agora. Recordem-se os exemplos positivos de Mário Covas (1989) e Fernando Henrique (1994), que uniram o partido e se fortaleceram mais quando houve uma capacidade maior de unidade com outras legendas partidárias para avançar eleitoralmente em territórios onde o PSDB era fraco, praticamente inexistente.

A jornalista Dora Kramer, em seu artigo ‘Dicas de Candidato’, também no Estadão de hoje, interpreta que “Serra pretende mesmo disputar a sucessão de Luiz Inácio da Silva em 2010 e, por isso, diz que não é candidato. Aécio aprendeu política na família, sabe respeitar os fatos, mas sabe também a importância de se ocupar espaços e, por isso, assume postura de candidato, embora hoje a hipótese seja improvável.”

“Quando os dois falam favoravelmente à realização de prévias no partido em 2009 – continua Dora -, constroem publicamente o conceito da convergência no presente, mas cientes de que no modelo prévia é sinônimo de divergência.”

Mas, na ‘Folha de São Paulo’, a colunista Eliane Cantanhêde toca com alfinetes nas feridas: “Aécio Neves se lançou à Presidência. Como ninguém leva sua candidatura a sério, avisou ao presidente do PSDB, Sérgio Guerra, que não está de brincadeira. A história tucana se repete. Em 2002, José Serra era o candidato óbvio, mas Tasso Jereissatti ficou na sua cola e ele chegou à campanha enfraquecido, sem dinheiro, estrutura e palanques. Em 2006, Geraldo Alckmin assumiu as vezes de Tasso e não lhe deu sossego até levar a indicação – e perder.”

“Agora – ainda reflete Eliane – Serra tem o governo de São Paulo, um resultado triunfante na eleição municipal, a aliança com o DEM e lidera o Datafolha com taxas entre 36% e 47%. Mas… lá vem Aécio no rastro de Tasso e Alckmin, com o apoio sutil de Ciro Gomes e a bandeira ‘contra São Paulo’.”

Não vale a pena ver de novo esse filme. Quem viver, verá !

Compartilhe

19 comentários em “Serra-Aécio !”

  1. Luciano Araujo

    Raul muito admirado fico por suas colocações, sei que ainda não alcançamos um debate sobre reforma politica, pelo menos eu, pobre cidadão desinformado, que acha que o PSDB precisa gastar suas ferramentas sobre 2010 para mostrar a que veio e saber contra quem vai. do. Fazer o "impossível" quando e onde estiver no poder. O preço disto tudo possa não enriquecer durante este processo, mas coletivamente deixará um ganho social inigualável, com três mandatos ou não e copiados por quem quer que seja e que não queira unir~se a nós podemos e temos a oportunidade de não apenas eleger o presidente, e sim construir um FUTURO na velocidade superior. O caminho? Está nas mãos do Presidente, basta nós fazermos a lição de casa. JSDB.LU.

  2. Amigo Raul.

    Na minha modesta opinião, é tática que já deu certo antes, e duvido que a péssima idéia tenha partido do FHC. Puseram maquiavelismos do mal no posicionamento olímpico do Ex-Presidente.

    Ciro Gomes "et caterva" agem nas sombras dos coronéis que do Rio acima, estão querendo é reverter as águas naturais da corrente forte de opinião que deseja Serra para a sucessão de Lula. Há um fator importante, e que passa por São Paulo também, embora seja um fato real na política atual brasileira. o PMDB!

    A super densidade eleitoral e as alianças do Partido do Movimento Democático Brasileiro, que têm o maior número de Prefeitos eleitos em 2008 está mostrando de forma indelével que se os ajustes em cada Estado para os candidatos aos cargos de Governadores tiverem sentido para desde já, acolherem peemedebistas e os democratas, sem atritos e intrigas derrotistas o PSDB com José Serra na cabeça terá o candidato a Vice ideal e o Brasil pós crise (depois do carnaval ela virá com tudo, quem viver verá) encontrará o comando federal que necessitará para então retomar o caminho à luz do túnel do primeiro mundo.

    Serra, Quércia e Kassab formam o trio dos mosqueteiros que o povo e não os cardeais precisam neste momento para a estutura final, mais PPS e outras legendas progressistas de fato e teoria não dos factóides da agonia do vazio que a mídia de hoje, cria e recria para tampar o sol com a peneira dessa quebradeira global do capitalismo medieval mercantilista!

    Abraços dominicais. Ivan Alvim

  3. JOSE RUBENS DOMINGUES FILHO

    Olá Raul! Gostei muito do artigo. Sem dúvida a estratégia é correta, sobretudo, para corrigir a injustiça histórica de Serra ter perdido a chance de sair a Presidente nas últimas eleições.

    De qualquer modo, sou contra a tal prévias na medida em que Serra lidera e é um nome mais conhecido nacionalmente. Ademais Serra tem discurso perfeito para 2010:

    1. Governador bem avaliado;

    2. Tomou medidas corretas contra a crise ( http://www.tucanojovem.wordpress.com )

    3. É mais velho;

    4 Foi Ministro.

    Espero que o PSDB amadureça e trabalhe pela unidade em torno do nosso Governador.

    Abraços, JOSE RUBENS DOMINGUES FILHO

    http://www.tucanojovem.wordpress.com

  4. Evandro Losacco

    Raul,

    Compartilho das suas preocupações, o PSDB, para vencer a eleição presidencial, deve ficar atento, no meu modo de ver, aos seguintes pontos:

    – O Serra é hoje o único nome das oposições com cacife para enfrentar a máquina lulista montada nos últimos anos;

    – A conquista da vitória exige a unidade do PSDB (vide as campanhas de 2002 e 2006, onde o Partido não saiu unido);

    – A política de alianças deve ser consistente, temos que ser o ponto de convergência das oposições e a chapa Serra-Aécio passa por aí, ou ela tem o aval doa aliados ou está destinada ao fracasso. Que essa chapa ajuda a união do PSDB e ajuda eleitoralmente por somar as forças paulistas com as mineiras eu não tenho dúvidas.

    Abraços tucanos

  5. Raul, ja manifstei minha opinião aqui, sobre este assunto. Não vejo Serra, Presidente… Não vejo nele o perfil. Já o Governador Mineiro, tem este perfil. E esta coisa que so Presidente velho, deve assumir, vem do engasgo com Collor, e não deve ser embaraço para dar voto de confiança ao Governador Mineiro, que realmente fez um otimo trabalho em minas, e mais que isso: é neto de Tancredo. Se apreendeu 10% do que sabe o velho, será um otimo Presidente. E acho que levar muito a ferro e fogo, as ideias de Fernando Henrique, é um erro. Se ele se acha ainda capaz, porque não poe o nome novamente na reta, e se candidata a candidato? Num esta tão velho assim. Acho que esta na hora da renovação da politica, e começar pelo PSDB e pelo Governador de Minas, num é uma má idéia!

  6. José Augusto

    O duro Raul é enfrentar o “fogo amigo”que vêm de São Paulo.Aliás esta conversa que temos de deslocar o eixo da politíca de São Paulo e darmos espaço para outros atores é conversa prá boi dormir,pois nosso Estado é,e sempre será plural,tá na hora de colocarmos esta discussão na mesa até prá quebrar um pouco da arrogância do Ciro e outros.Acho que o debate da sucessão tem que começar agora e minha opinião é que deva ser Serra-Aécio,para o bem do nosso partido e consequentemente do Brasil e isto sem falsa modéstia.Um abraço.

  7. Raul,

    Creio que o PSDB está no rumo certo. Toda eleição revela supresas, por isso devemos encarar 2.010 com seriedade e cautela.

    Sem dúvida, eventual chapa formada pelos governadores José Serra e Aécio Neves é a melhor solução para o partido e também à nação.

    Ambos tem currículo e competência para exercer o cargo mais importante do Brasil. Agora, cabe aos eleitores decidir entre eles ou o ‘poste’ do presidente Lula.

    Um forte abraço!

  8. Raul,

    Acho que a única coisa que não pode acontecer novamente, é o PSDB entrar em outro rcha interna, isso só enfraquece o partido e queima a imagem perante a sociedade. Enquanto o PSDB briga na escolha de seu candidato à presidência, o PT costura suas estratégia e fortalece seu candidato. É hora de união. O PSDB é um bom partido, mas precisa deixar a vaidade de lados e acertar os compassos para 2010.

  9. Elizeu Paixão

    Caro Raul

    Penso que Serra – Aécio, seria um sonho para nós do PSDB e para o Brasil. Quem conseguirá convencer o Governador Aécio a aceitar? Os nossos potenciais aliados, abencoarão esta chapa? a que preço?

    A verdade é que Serra esta consolidado nas pesquisas de intenção de votos em todo o Brasil. Nós do PSDB temos que bater o martelo o quanto antes e iniciar o trabalho, para frear o avanço do dito “poste” do Lula.

    Grande abraço.

  10. Amigo Raul,
    A disputa entre os dois principais presidenciáveis do PSDB ainda terá muitos rounds. Para complicar, há divergências de outras naturezas no partido que contribuem para enfraquecer os tucanos. Uma delas é o modo como a legenda deve fazer oposição a Lula.

    Uma ala mais radical prega linha dura em relação ao petista. Outra, composta por Aécio e Serra, prefere pegar mais leve.

  11. ÉDSON DE MORAIS BUENO

    Caro Raul, feliz dia!

    Meus amigos, infelizmente a coisa é muito mais complicada do que parece!
    O grande desafio para 2010 será o de superar as vaidades de cada um daqueles que se “acham” em condições de disputar o pleito, pois isto é coisa de criança, mas, infelizmente temos muito disto no PSDB.
    O cenário é bem claro e não deve haver dúvida alguma: SERRA PRESIDENTE em 2010, com todo o PSDB unido de fato, de Norte a Sul, e uma grande e ampla aliança com DEM, PMDB, PPS, PV, PTB e outros Ps mais.
    Se continuarmos brincando com coisa séria, o “poste” poderá levar a melhor. Espeeerá pra ver.

    Saudações Tucanas a Todos.

  12. Paulão/Jabaquara

    Raul,

    Há poucos dias atras eu estava lendo uma materia de quando o ultimo presidente do Brasil era paulista, meu amigo faz muito tempo, isto me faz lembrar a convenção municipal de 2007 aqui em sampa, nós tinhamos dois candidatos disputando, para acabar com as divergencias a cupula do PSDB lançou um terceiro nome que é nosso atual presidente do PSDB municipal, José Henrique Reis Lobo, que na minha modesta opinião esta exercendo o cargo de maneira brilhante, mas todos viram os fatos acontecidos na ultima campanha eleitoral, agora o PSDB precisa romper essa divergencia com minas de Aecio de modo que una o Partido, porque partido dividido não ganha eleição, voce não acha? O Serra é um bom maestro e sabe que tem o apoio dos tucanos paulistas, mas ele tem que tomar cuidado para não termos uma terceira via.

    Abraços

  13. Caro Raul,

    Seria muito bom para o partido se tivéssemos uma chapa pura, mas realmente me parece irreal conseguir tal posição e manter os apoios dos outros partidos.
    Construir uma candidatura vencedora, na minha visão o governador José Serra é o mais preparado, ensejará parcerias e alianças principalmente no norte/nordeste.
    O Aécio ainda é novo e pode muito bem ser um grande ministro, para ser então o outro presidente pós Serra. Espero que ele ajude o partido e se manter coeso e crescer.
    Agora é a vez do Serra.
    Grande abraço,

    Boranga

  14. Raul. não consigo ver vantagens em chapa pura, se para ganhar eleições e governar, é preciso apoios de outras legendas.
    Chapa pura, só interessa ao PSDB. Agora quem achar que as outras legendas que vierem a apoiar qualquer candidatura, não reivindicará a Vice, está por fora das discursões políticas.
    Muito embora, o vice quase sempre não apite em nada, mais tem om glamur de uma vez ou outra assumir a cadeira da presidência, por pura vaidade, pois que nada apita,é fato verídico!

  15. Eu assisto a TV Senado todos os dias e fiquei preocupada com o discurso, sempre sonso e maldoso, do senador Suplicy, sobre a compra de bancos quebrados, citando como exemplo a compra da Nossa Caixa.
    Suspeito que a venda da Nossa Caixa será aproveitada para envenenar a população com calúnias do tipo, “o governador quebrou o banco estadual”, “o presidente salvou o banco de São Paulo”.
    Por que o governador Serra não divulga uma nota, pessoalmente, explicando suas razões para a venda do banco?

  16. Francisco José Gonçalves

    Acredito que Serra é o melhor candidato do PSDB no momento para Presidente, sendo conhecido no Brasil inteiro, porque já foi Ministro no governo FHC. Outros fatores que devem ser levados em conta, outros não gostam de paulistas, e o Presidente Lula não transferiu sua popularidade para virtual candidata Dilma, mas também não é a mesma que atual presidente, e mídia vem falando bem do governo, normal mais de 70% de aprovação. Ficamos sabendo de uma pesquisa do VOX POPULI, divulgada na Rádio Itataia de BH, na manhã desta segunda entre os dois candidatos do PSDB, Aécio é o preferido dos mineiros com 60% e Serra tem 20% em Minas Gerais, vamos ver até lá quem leva a melhor e espero que estejamos certos.

  17. francisco de assis vieira filho

    Raul
    O PSDB de São Paulo, tem plena consciência que o Serra está preparadíssimo para ser o futuro Presidente da República, e é o melhor candidato para o país.
    Quem viu o programa na TV Cultura Diretas Já, idealizada pelo Montoro ( um político impecável ) sabe que a união faz a força, Três lideranças de São Paulo fazem a diferença FHC, Serra, Geraldo Alckmin. Vamos dar as mãos o amanhã só depende de nòs. Um abraço
    Chesco

  18. Pablo Ossipoff

    Banco Central do Brasil
    Confirmação de recebimento de mensagem

    Sua demanda foi registrada com sucesso em 27/12/2008, as 15:31:28, com o número 2008323588.

    Mensagem:

    Resposta da Ouvidouria do Banco Nossa Caixa S.A.

    Prezado Senhor Pablo, Em atenção à sua reclamação registrada nesta Ouvidoria, constatamos que após pesquisas não constam restrições em seu nome de responsabilidade do Banco Nossa Caixa. Não temos condições de prestar maiores esclarecimentos sobre o fato, uma vez que está sendo tratado junto as esferas judiciais. Adicionalmente informamos que lamentamos imensamente os dissabores enfrentados pelo senhor em decorrência deste. Atenciosamente, OUVIDORIA Banco Nossa Caixa S.A. Fone: 0800-7706884

    Minha Reclamação > Obrigado pelo seu e-mail, fico muito triste em saber sua resposta a minha reclamação logicamente se referem ao prejuiço de ter sido alvo destas inscrições indevidas e não assumidas pelo Banco Nossa Caixa, a justiça brasileira é muito lenta em resolver, logicamente que eu nunca teve o ressarcimento pelos danos sofridos, como também que meu nome figurou entre os anos de 1995 a 2000 no SERASA, por mais de cem e trinta e cinco vezes. Tal intuito foi à quela época cumprido, já que nunca fui devedor das importâncias, conforme as afirmações do Banco Nossa Caixa, em decorrência de pretensos empréstimos feitos em meu nome e não pagos na época. Quanto ao ressarcimento pelos danos sofridos, fato evidente e fartamente contemplado pela moderna jurisprudência quando da inclusão indevida de nome junto ao SERASA, meu caso continua sendo analisado pelo Poder Judiciário por nove anos, e até o momento nada há que se falar em improcedência da ação posto que em nosso país, a análise final e da qual se poderá dizer que houve improcedência é aquela dada pelos Tribunais Superiores, fato que até o momento não ocorreu. Deve ficar claro que a confiança que é depositada em nosso sistema judiciário não ficou abalada quando da sentença prolatada em primeiro grau, visto que naqueles anos a nossa doutrina e jurisprudência ainda não tinham firmado entendimento majoritário quando da inclusão indevida do nome no SERASA e muito menos qualificado e quantificado a questão de indenização de danos morais sofridos pelas vítimas. É ainda na intenção de esclarecer e elucidar que eu, afirmo que nunca teve contas bancárias nas cidades citadas pela Assessoria de Imprensa do Banco Nossa Caixa, tais como Araraquara, Catanduva e Espírito Santo do Pinhal, etc., acreditando que, ou houve algum engano na informação passada por aquele banco, ou que funcionários daquela Instituição tenham usado dolosamente meu nome e dados pessoais para abrirem contas fantasmas em cidades do interior de São Paulo, o que explicaria então a inclusão indevida de meu nome por tantas vezes nas instituições de serviço de proteção ao crédito. Ainda acredito no bom nome do Banco Nossa Caixa, e tem para si que se houve realmente abertura indevida de contas bancárias em meu nome, aquela Instituição bancária deva tomar as providências devidas ao caso em concreto sob o risco de ter de se ver processar criminalmente pelo delito de estelionato (artigo 171 do Código Penal Pátrio).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *