Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Toffoli, o “péssimo aluno” !

Ouvi agora à noite, comentário da jornalista Lúcia Hippolito na CBN, que os senadores estão cautelosos com a indicação do advogado José Antonio Dias Toffoli porque parecem temer a sua juventude aliada à perspectiva de permanecer 30 anos no cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal. Medo das suas condutas passadas e presentes dependerem da decisão de Toffoli no futuro, porque não acreditam na mínima hipótese do Senado deixar de aprovar o seu nome para o STF na próxima semana. Com isso, simplesmente dão de ombros para o curriculum fraco e comprometido do afilhado do presidente Lula, assinando embaixo da sua fala ao justificar Toffoli das críticas, sob o argumento de que se tratavam de "pura bobagem", pois "alguns dos maiores cientistas foram péssimos alunos".

Confesso que ando desanimado com o comportamento vigente na política. Mesmo com o consenso na opinião de especialistas em Direito e de raros opositores no Congresso Nacional, sobre as características de formação do futuro ministro do STF, do desprestígio da instituição em abrigar um membro sem notório saber jurídico, que não possui mestrado ou doutorado, que tomou bomba por duas vezes nos exames para juiz estadual, que responde a duas condenações e que pode participar do julgamento do mais escandaloso caso da era Lula, o "Mensalão", nos papéis de réu e juiz ao mesmo tempo, Toffoli será homologado.

Não consigo entender sempre que esse tipo de coisa acontece porque já houve um precedente. Aprendi a vida inteira que um erro não deve justificar outro, nem mesmo na melhor das hipóteses. Por isso engulo seco as palavras do presidente do STF, Gilmar Mendes, quando diz que exercia também o cargo de advogado-geral da União ao ser indicado para o órgão pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, minimizando as críticas que recebeu do PT à época no meio de uma disputa eleitoral e que hoje esse partido não é mais o mesmo.

Arthur Virgílio, líder do PSDB, por sua vez, não esconde a sua pregação de cautela, alegando que não faria uma avaliação pública antes da sabatina do dia 30 de setembro, para esperar a repercussão no mundo jurídico e ouvir "compromissos" que mostrem também que "aquela coisa de advogado do PT ficou para trás". Senador, é claro que a advocacia do PT ficará para trás, porque no STF ele terá uma estabilidade de mais ou menos 30 anos no novo emprego, a não ser que no futuro próximo ele se sinta "convocado pela Nação" para cuidar de um ministério da Defesa, como fez Nelson Jobim, indicado por FHC para o STF.

Há uma inversão de valores e uma acomodação nunca antes vista na história do Brasil. Ou estou equivocado?

O que leva um presidente da República a minimizar a importância da educação formal na construção do cidadão? Só mesmo o afã de validar a sua própria biografia e isso Freud explica.

Desde cedo aprendi que o exemplo vem de cima, que o cidadão é um produto do seu meio; sendo assim pais são exemplos para seus filhos e presidentes para suas nações. Batalho em casa com meus filhos sobre a importância de seus estudos para uma vida futura plena, independente de qualquer jeitinho ou golpe de sorte para alcançar o sucesso profissional.

Como cidadão, político e militante desses ideais e crenças busco respostas. Outro dia assisti a matéria na televisão, mostrando pessoas em países diferentes e de diversas nacionalidades, respondendo __ Educação à mesma pergunta: __ O quê faz um país crescer?

Negar a importância da educação na formação do cidadão é o mesmo que avalizar o vale-tudo, a impunidade, o desrespeito aos pais, professores, sociedade. Pobre país, com medo do futuro incerto e do julgamento que pode ter em razão dos seus erros. Na democracia a busca do consenso é uma decorrência natural da luta política e das adversidades. Por tudo isso não entendi o defensivo título do post do Reinaldo Azevedo no seu blog – "É o currículo que diz quem é Toffoli, não eu" – dia 6 de setembro de 2009 – http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/e-o-curriculo-que-diz-quem-e-toffoli-nao-eu/ 

Fala mais, Brasil! Seja franco, mude!

Compartilhe

12 comentários em “Toffoli, o “péssimo aluno” !”

  1. Alberto Corrêa dos Santos

    Raul
    O texto a seguir foi retirado do Programa do PSDB.
    ” Apesar de sermos parlamentaristas, acreditamos que é possível melhorar o presidencialismo brasileiro. Para isso, buscaremos consenso na sociedade e nos partidos a fim de substituir três peças gravemente defeituosas
    do nosso sistema político: as eleições proporcionais com lista aberta e o uso abusivo de medidas provisórias e dos chamados “cargos de confiança” pelo Executivo.”
    “O USO ABUSIVO DE CARGOS DE CONFIANÇA” ESTÁ CHEGANDO AO STF. SOMENTE A NÍVEL FEDERAL TEMOS 24.000 INDICAÇÕES POLÍTICAS E NÃO VEJO NINGUÉM FAZENDO NADA PARA RETIRAR ESTES APROVEITADORES E USURPADORES, A MAIOR PARTE INCOMPETENTES, DOS NOSSOS PARCOS RECURSOS.
    O PSDB PRECISA APLICAR O SEU PROGRAMA E LEVANTAR ESTA BABDEIRA.
    A MINHA FAMÍLIA TAMBÉM ESTÁ INDIGNADA PELA POSIÇÃO DESSE NOSSO PRESIDENTE, PORQUE FIZEMOS SEMPRE AO CONTRÁRIO DO QUE ELE FALA. ENTENDO, NO ENTANTO, QUE UM JUIZ DEVE TER PRINCÍPIOS ÉTICOS E ESSE TOFFOLI ME PARECE QUE NÃO TEM, PORQUE SE TIVESSE NÃO ACEITARIA ESTA DESIGNAÇÃO COM O CURRICULUM QUE TEM.

  2. Marco Uchôa

    Raul, independente de todos os julgamentos que possar ser feitos em relação ao candidado à vaga no STF, Sr. Toffoli, uma coisa é certa: um homem de apenas 41 anos não tem qualquer maturidade para pertencer à corte suprema. Sou absolutamente contra a nomeação. Ninguem com esta idade tem o notório saber jurídico que a Constituição exige dos membros desta corte. Nem há como ter experiência de vida e a serenidade que se exige dos ministros do Supremo. Acho que os senhores senadores deveriam refletir os anseios da nossa sociedade e vetar a indicação. Porém o que se percebe é uma grande distância entre este Senado atual e a vontade do povo, da nação…..Muito triste….

  3. Evandro Losacco

    Raul,

    A que ponto chegamos, além de aparelhar todo o Executivo, o PT começa a aparelhar o STF, é uma vergonha e a reação dos senadores é lamentável, o Senado Federal precisa urgente de uma faxina da população brasileira.

  4. Essa situação

    Não e problema, por isso que ta deixando o povo interessado em tudo

    Como poucos que não informavam nada agora com a internet tudo vai ser de conhecimento de todos

    Imitamos por isso somos o que somos

    Fruto do meio que vivemos, devemos fazer se vestir comer o que a maioria faz

    Ai o presente esta como esta, de tanto imitar, somos imitados

    Tem ate governador que e medico, querendo estuprar ministro

    Já pensou se esta moda pega, não vai sobrar político para pedir a CPI

    Ai precisa ver se o diploma do medico governador e autentico por ter falado isso, pelo exemplo, na base do humor, e os outros exemplos fatais na vida de todos, imitados também

    Tiramos uma licença verdadeira, para seguir os exemplos imitados a licença transformando, de uma para varias assim não tem natureza que fica de pé

    No link esta o que somos, e achamos que não somos, e ainda assim fazemos uma coisa, e queremos divulgar outras, camuflando

    Isso e bom já da margem para discussão, ate um raly show nas áreas dos desmatamentos, com licença e sem já ta parecendo as licenças dos camelos

    Link da noticia da abertura para o conserto, vou querer os direitos autorais da produção

    http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL1315485-5601,00-MINC+DIZ+PARA+GOVERNADOR+DO+MS+FICAR+A+VONTADE+PARA+SAIR+DO+ARMARIO.html

    Link das câmeras inteligentes, mais perfeitas que as TVs, feito pela nossa inteligência

    http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/2009/09/24/ult4469u46489.jhtm

    nos somos o cardápio para os nossos descendentes, e queremos ignorar o que passamos, não mudamos vamos ser mudados, e a tecnologia trabalhando a nosso favor, ainda em jejum

  5. Ernesto Donizete da Silva

    Toffoli, não é o culpado ou o responsável pela sua situação atual. Quem o colocou nesta situação de “cheque-mate”, não poderia ser outro senão o Sr. INÁCIO – mostrando mais um ato concreto da sua incompetência enquanto governante.

    Neste momento, realmente Toffoli, não possui as características necessárias e inerentes a relevância do cargo que irá assumir – ou será que alguém em sã consciência acredita que isto não irá ocorrer? Não apenas pela idade, mas por não ter nenhum dos requisitos esperados daqueles que compõem o Supremo Tribunal Federal.

    Acredito que o fato mais grave, nem seja tão situação, pois como ainda é novo, pode muito bem cursar mestrado, doutorado, pós-doutorado e chegar a livre docência, ou ainda, escrever inúmeros livros.

    O ponto crucial, diz respeito as suas condenações atuais, no qual ainda está envolvido até o trânsito em julgado dos processos que recaem contra sua pessoa. Assim, a vida ilibada está maculada e NESTE MOMENTO, não poderia sequer ter sido indicado para o cargo.

    Isto não quer dizer que seja culpado ou inocente, mas quer dizer que enquanto estiver respondendo a tais acusações – sua indicação fique suspensa – e somente após o desenlace destas situações processuais possa ser ou não indicado futuramente ao cargo.

    A indicação, repito, neste momento é eminentemente política (Sr. Inácio). No mundo jurídico é uma afronta a todos que se dedicam a estudar com afinco e que realmente são operadores do direito positivo e que possuem os predicados inerentes ao cargo.

    Fica a questão: SERÁ QUE NÃO HÁ NINGUÉM MAIS CAPACITADO (NESTE MOMENTO) PARA SER INDICADO PELO SR. INÁCIO PARA O CARGO NO STF?????????

    E digo mais, quero saber quais foram os “grandes cientistas que foram péssimos alunos”? A assertiva é falsa. Quando muito, podemos considerar que “algum” grande cientista foi péssimo aluno, por ter realmente uma mente prodigiosa e excepcional para sua época e que não se enquadrou nos moldes tradicionais, voltados para a média do povo. Não me parece ser o caso do indicado do Sr. Inácio; também o que poderíamos esperar de um “presidente” nunca foi dado ao estudo?

    Finalizo, lamentando que o Sr. Inácio, desclassifica com sua indicação, outras tantas mentes prodigiosas existentes no campo jurídico brasileiro, em detrimento do seu protegido. O advogado Toffoli, no entanto, está na dele. Foi indicado, será sabatinado e aprovado e em breve o veremos sob uma das togas do STF.

    Sucesso ao Toffoli, pois já é um Ministro do Supremo Tribunal Federal; espero que se desprenda de suas amarras do PT, desenvolva sua carreira acadêmica e de produção cientifica e se torne o mais neutro possível nas causas que vier a operar. Repito o responsável não é ele, mas sim o Sr. Inácio….ora Sr. Inácio…

    Acorda Povo Brasileiro!!!

    Ernesto Donizete da Silva
    PSDB/Santos

  6. RAUL, SOU FORMADO, COM ESPECIALIZAÇÃO E MESTRANDO EM DIREITO.

    QUANDO VC FOR PRESIDENTE, ME INDICA PARA O SUPREMO?!?!?!?!?!?!?

    SEMPRE VOU VOTAR COM VC…

  7. Raul,
    Com relação a política ou indicações políticas, no Brasil, esperar que os indicados tenham méritos para assumir qualquer cargo, é pura ficção.
    Com relação ao PT. após a era lula, essa legenda será tão nanica que precisará de lupa para poderem enxergar, pois quem a criou a detonou ,quando chegou ao poder maior, decorrente do emaranhado de falcatruas e um imenso oceano0 de lama fética, deixada como herança aos seus herdeiros políticos.
    E com relação a qualquer indicação, não necessariamente a pessoa indicada precise de mestrado, doutorado ou qualquer seemelhança com o cargo ao que foi indicado.
    Basta o seu padrinho, comprar! Isso mesmo, “comprar” os Deputados e Senadores, os quais com essa atitude de autênticos CAROLAS, fazem tudo o que seu mestre determine. Amém!
    E esta provado que em todos os governos, tanto no atual como nos anteriores essam prática se tornou peculiara.
    Não basta ser competente.
    Só precisa ser amigo do presidente.

  8. Nao esta’ em questao o fato dele ter sido advogado do PT. O atual Ministro Presidente do TSE foi candidato a deputado pelo PT e em nenhum momento teve a indicacao questionada. Existem varios grandes problemas com a indicacao do Toffoli, relacionados principalmente a falta de “notorio saber juridico”. O Toffoli nao possui mestrado ou doutorado, nao passou nas provas da magistratura de primeira instancia e possui condenacoes na Justica do AP. Fatos graves e que deveriam ser analisados com mais seriedade pelos agora julgadores senadores da Republica. Amanha o papel se invertera, pois ele provavelmente conseguira obter exito e julgara a todos os grandes casos do Brasil por um periodo de 30 anos. Lamentavel entregar tamanho poder a uma figura de biografia tao pequena. Mais uma contradicao do governo Lula.

  9. Ernesto Donizete da Silv a

    No último dia 24/09, ao comentar sua matéria Raul, já havia feito a PREVISÃO de que o “Toffoli”, já era o novo ministro do STF.

    Volto hoje, pois ele foi sabatinado ontem dia 30/09 e aprovado. Só falta a posse a ser marcada.

    APROVEITO A OCASIÃO, PARA DIZER QUE ESTOU “ALUGANDO” MINHA BOLA DE CRISTAL….rsrsrs….

    ACORDA POVO BRASILEIRO!!!

    Ernesto Donizete da Silva
    PSDB/SANTOS

  10. vcs falam como se dependessemos do STF, q na verdade nao ajuda ninguem em nada, na verdade isso deve ser inveja, ou vontade de vcs estarem no lugar dele, heheheheh
    babacas

  11. e tem outra, ao menos o Lula se mostra alguem que nao abandona os companheiros na estrada, como certo alguem faz, ele ajuda quem está do seu lado, eu faria o mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *