Encanta Santos FC !

A nova geração de meninos da Vila Belmiro contagia o Brasil pela exuberância do futebol com a camisa do Santos Futebol Clube e pela alegria adolescente nos gramados após cada gol. Hoje, quando o Santo André marcou primeiro, estava me confraternizando com amigos no Heinz Bar em Santos e percebia o desalento em muitas mesas vizinhas à minha. Diga-se de passagem que alguns corintianos vibraram com esse gol, mas desde antes do início da partida havia um grito de campeão guardado no peito de cada um, mesmo sabendo que o campeonato paulista será decidido em dois jogos.

O Santos teve pela frente um adversário que também impôs respeito ao longo da disputa para dividir as atenções nesse confronto. Exceto os corintianos, que representam uma parcela ínfima da população santista, não se percebe uma cidade dividida em relação ao objetivo do título de campeão. Isso ficou ainda mais claro no segundo tempo do jogo, que devolveu as coisas aos devidos lugares, com a virada do Santos e o placar final de 3 a 1.

Esta é a segunda vez que falo de esporte neste espaço. A primeira foi quando assisti pela TV o futebol feminino brasileiro, na seleção comandada pela Marta. Isso acontece hoje por conta do momento atual do futebol brasileiro, prestes a embarcar para a África do Sul e disputar outra Copa do Mundo, com elevados índices na expectativa da torcida pelo hexacampeonato. E os preparativos para essa disputa passam pelo desempenho do Santos, principalmente pelo grau de atenção e de envolvimento que a equipe atual vem despertando em torcedores mais aficionados ou simplesmente nos caronas da programação esportiva, acordados pela graça dos meninos-gol.

Conheço vários torcedores de outros clubes que já mudaram de preferência na torcida. No passado essa atitude de mudar de camisa de time de futebol era “grave”. Mas muita gente está convencida e inclusive se utilizam dos argumentos da letra de “Metamorfose Ambulante”, de Raul Seixas, que relata sobre a preferência de metamorfosear, de mudar de idéia e de posição, do “que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”. Peço que reflitam, então, sobre torcer para outro clube, como uma atitude menos grave do que esquecer idéias e compromissos que interferem muito mais na vida das pessoas, dos cidadãos e do próprio país.

Relação com o clube para mim tem a ver com o coração, com um novo amor. Penso assim agora, porque sempre estive do mesmo lado político, ideológico e eleitoral, por exemplo. Minha descendência espanhola em nada influenciou a minha opção anterior de torcida. Influenciado pelo meu saudoso pai, a torcer pelo Palestra (Sociedade Esportiva Palmeiras), clube que tenho a maior de todas as simpatias desde criança, acho mais honesto confessar a quem possa interessar que sou um daqueles que não conseguiu resistir ao futebol espetáculo dos meninos Neymar, Ganso, André, Wesley, Robinho e todos os outros.

Com frequência vou ao estádio da Vila Belmiro assistir às partidas e não escondo a minha comoção durante os 90 minutos das partidas. Quase infartei na disputa recente de Santos e Palmeiras. Solitário no meio de uma torcida forte, aguerrida e sofrida pela derrota ao Palmeiras, atravessei a dimensão daquele momento para me refugiar no Twitter e revelar a minha “contrição”. Ainda bem que sobrevivi para relembrar que esses conflitos vinham desde os tempos de Pelé, Dudu, Ademir da Guia.

No início dos anos 70, quando cheguei a Santos, vindo do interior de São Paulo (Brotas), frequentava a Vila, inclusive nos horários de treinamento do Santos, durante as minhas férias de trabalho. Confesso que a emoção era semelhante diante do meu campo de visão atual, mais maduro, sabendo escolher pelas minhas próprias convicções. Creio que a partir de agora, com a clareza da minha torcida convicta por dois clubes, Palmeiras no sangue e Santos no coração, nada mais oportuno que aproveitar este momento para difundir uma palavra de ordem, como sempre fiz nos momentos políticos decisivos de nosso país, para que a CBF e o atual técnico Dunga da seleção brasileira, também mudem de opinião, convocando do Santos, além do Robinho, Neymar e Ganso! Pronto, falei!

Compartilhe
40 já comentaram! Comente ou link essa página
  1. Evandro Losacco comentou:

    Caro Raul,

    A experiência traz a sabedoria. Benvindo a torcida santista, eu que torço pelo glorioso Santos desde a época do Pelé estou exultante com a meninada da Vila, essa verdadeira Máquina de Fazer Gols. Futebol alegre, jovial e de qualidade. Dá-lhe Peixe !!

  2. QUE JOGO!

    Poucas vezes vi um campeonato ter uma final com dois times tão bem qualificados na tabela e nas quatro linhas do campo, dentro e fora desse retângulo, aliás.

    Quase não deu para respirar!

    Com todo “ôba-ôba” que tentaram fazer em cima da garotada do Santos, com essa história do “já ganhou”, eu francamente temia por uma quebra no ritmo alucinante que o Time da Vila vinha mantendo. Afinal, final é final desde que o mundo do futebol é mundo!

    O Santo André não tinha nada a perder e, por isso mesmo – e brilhantemente – foi para cima do Alvinegro, com um time altamente eficiente e vibrante. Para piorar, Neymar, com o tornozelo e o olho machucados, não conseguia render quase nada.

    Sair de campo perdendo por 1 x 0 foi lucro para o Santos, pois poderia ter levado mais gols, tanta foi a pressão do time do ABC.

    Mas, se o técnico do Santo André havia montado um esquema de jogo “redondinho” e dado um semi-baile no Santos, o intervalo serviu para mostrar que Dorival Júnior tem o time na mão. Eu não queria ser uma “mosquinha” para ter estado no vestiário do Alvinegro, pois, provavelmente, teria sido mais uma vítima da fantástica bronca que ele deve ter dado no time.

    Resultado: o Santos FC voltou arrasador na segunda etapa, com André e, fundamentalmente, Wesley protagonizando um “senhora virada”, daquelas de fazer amplamente jus a fama recente conquistada por esse time que tem encantado até os mais viscerais e obstinados adversários.

    Parecia que assistiríamos mais uma goleada histórica, ainda mais quando um jogador do Santo André foi justamente expulso, pois já tinha um cartão amarelo e “gravata” não faz parte do uniforme de nenhum time de futebol. No entanto, o Santo André foi para cima, mostrando um brio difícil de encontrar até nos mais tradicionais clubes brasileiros.

    Final: 2 x 3! E não deu para relaxar nem um segundo, nesta que foi uma das melhores partidas, não só deste Campeonato Paulista, como dos últimos tempos desse torneio tão desdenhado por uns, mas que nunca perdeu seu encanto, tanto que a “dor de cotovelo” está por aí, mais forte do que nunca.

    Nada está definido, embora o Santos tenha ampliado ainda mais sua já boa vantagem, mostrando que, além de competência técnica e tática, também está crescendo em maturidade. O choro de Wesley, que está fora da última partida, é prova desse espírito que inunda o time do Peixe. E é nesse “mar” de bola o elenco tem nadado de braçada.

    Mas o Santo André provou mais uma vez ser um adversário de altíssimo nível: técnico, aplicado, corajoso e incansável.

    Assim, novas e grandes emoções nos aguardam na derradeira partida, no gramado e nas arquibancadas, como a maravilhosa homenagem da torcida santista aos grandes craques do passado.

    Esse time tem: passado, presente e futuro!

    Aguenta coração!

  3. Mauro Rabellé comentou:

    Grande Raul,

    Parabéns por se libertar deste incômodo de ter dois grandes amores e deixa-los guardados só com voce. Acredito que será importante até para sua caminhada rumo a Brasília e, o melhor, junto com o Serra que é um assumido Palmeirense, mas, que adora o Santos também.

  4. Elaine Silva comentou:

    Dá-lhe Santos!!!!!!!!

  5. Carlos Gama comentou:

    Raul, boa noite!

    Sou mais adepto das críticas a política, que ao futebol. Entretanto, a leitura deste seu texto, acabou me conduzindo a crítica esportiva (a anti-esportiva), sem deixar de lado as justas observações aos Meninos da Vila.
    Realmente, é um encanto aos olhos de qualquer apreciador do esporte, poder ver as magistrais “jogadas” desses jovens, que compõem a atual equipe santista, mesmo para os corinthianos, como eu.
    Dói-me, como esportista e também apreciador do futebol, perceber que torcedores de outros clubes, serem capazes de torcer, até para equipes argentinas, se o adversário é o Esporte Clube Corinthians Paulista. É uma pena que esse radicalismo tenha prosperado no seio deste esporte.
    Se a “dividida” for entre o Santos e o Corinthians, não tenha dúvida que o meu coração penderá sempre (exceto quando participava o anti-esportista Marcelinho Carioca) para a equipe da capital, mas se o “embate” é do Santos, contra qualquer outro clube, vão sempre me ver torcendo pelo Peixe.

    Abraços,

    Carlos Gama.

    http://www.croniquetas.com.br

  6. Raul,

    Interessante vê-lo escrever sobre futebol, embora, para quem conheceu o poeta Raul, isso não seja bem uma surpresa. Sou testemunha de sua habilidade com a palavra.
    Mas, deixe-me colocar um reparo: em primeiro lugar, a parcela de corinthianos que residem em Santos não é ínfima, ao contrário.
    O que talvez tenha acontecido é ser ínfima a parcela de conrinthianos que estejam torcendo contra o atual estilo de jogo dos meninos da Vila, pois, contra o time, vale a tradição e, mais do que isso, o vice-versa, pois não vejo sequer uma ínfima parcela de santistas ou torcedores de outros times torcendo pelo Timão.
    Digo isso com absoluta tranquilidade, pois longe se vai os tempos de fanatismo de minha parte – graças a Deus.
    Como corinthiano, fui a muitos jogos na Vila, sempre pelo amor ao futebol, em primeiro lugar, e sempre rodeado de amigos santistas que não me entregavam as feras, pos íamos juntos no meio da massa.
    E, a meu ver, este deveria ser o sonho de todos aqueles que têm um pouco mais de conhecimento e informação: a possibilidade de, um dia, assistirmos a jogos de um ou outro time, todos juntos, sem necessidade de separação de torcidas, polícia e tudo o mais.
    Leve consigo esse desejo e, se conseguir, lá em Brasília (pelo menos terá a minha modesta ajuda nesta campanha), lute para que tenhamos, no Brasil, dirigentes de futebol responsáveis e comprometidos com a vida e não com a desordem, que gera confusão e violência.
    E que qualquer dia desses possamos assistir a um jogo – seja do peixe ou “dos gambá”, juntos, tomando chopp no Heinz – se possível acompanhado daquela salada de batata e do molho de cebola inigualáveis.
    Saudações!!!!!!

  7. FLAMARION comentou:

    Grande Raul,

    Eu que sou corinthiano roxo, branco e prêto, não posso deixar de admirar o grande futebol dos garotos da Vila. Infelismente, a paixão cega comete desatinos e a “velha opinião formada sobre tudo”, ainda impera em muitas mentes.

    Grande abraço,

    Flamarion.ó.

  8. Parabéns Raul ! Agora sim, você esta mais perto da perfeição.

    Abs

    Eduardo Ribas

  9. Ah…mais uma coisa: o Santos esta prestando um grande serviço ao futebol pois “obriga” os times que o enfrentam a jogar bola para que a partida seja minimamente equilibrada, o que nos tem proporcionado espetáculos dignos do futebol das décadas de 60-70

    Eduardo Ribas

  10. Luiz Roberto Dias comentou:

    Amigo Raul,
    Primeiro que saudades do Heinz(doces lembranças),enquanto isso acontecia com você, eu estava no Pacaembú sofrendo com o apagão de nosso querido Santos no primeiro tempo, mas usando intervalo, para recobrar as forças e manter a chama da esperança acesa.
    No segundo tempo, as coisas ficaram menos complicadas, e o resultado, foi um belo confronto, contra um adversário a ser respeitado.
    As suas ótimas lembranças,me reportaram a minha adolecência nas areias santistas e os sábados passados nas arqubancadas da Vila com Pelé e Cia, agora epero fazer o mesmo com Neymar, Ganso e cia, abraços e até breve
    Luiz

  11. Ernesto Donizete da Silva comentou:

    Companheiro Raul, realmente demonstra na sua digressão, total empolgação com a performance do Santos Futebol Clube – tanto é verdade que nesta ânsia, colocou como placar final 3 x 1. O jogo terminou 3 x 2 (de virada).

    Assim, o jogo não foi tão fácil e poderia ter ocorrido outro resultado (desfavorável ao S.F.C.). Não sou aficionado por futebol, sobretudo ao analisar os motivos que levam este esporte a ser tão rentável para poucos.

    No entanto, o momento é de festa e realmente o futebol apresentado pelos “meninos” da Vila é surpreendente e digno de elogios. Assim, PARABÉNS ao SANTOS FUTEBOL CLUBE e a todos os santistas.

    Mais perto do título, bem mais perto do título!!!

    Ernesto Donizete da Silva
    PSDB/SANTOS

    P.S.: Caro Raul, pela sua empolgação percebo que você está evoluindo em todos os pontos de sua personalidade e intelecção. Assim, “SAIA DO ARMÁRIO” e “vem pro peixe, você também, vem!!!

  12. É isso aí Raul, o Santos é time de grandes brasileiros.
    Covas ( que faria 80 anos dia 21 ), Mercadante, Suplicy e até o Geraldo…Em 2011 teremos novamente um governador Santista. O Mercadante natural da terra, aliás. Coitado estudou no Canadá…Por isso é meio aloprado…rs

  13. Manoel Peres Esteves comentou:

    VALEU SANTOS !!!

    Manoel Peres Esteves
    Cananéia, SP.

  14. Jorge Stark comentou:

    Caro Raul,

    Minhas saudações alviverdes ao seu coração santista. Sou obrigado a confessar (confissões andam na moda?) que senti inveja. “Inveja boa” classificariam os hipócritas. Na verdade, babo de ver os novos meninos da Vila jogarem feito poesia. Enquanto isso, no parque Antártica, os meus verdinhos preferem os dramalhões… Por Nossa Senhora da Achiropita: esse Santos é Divino.

    Um abraço 3×2,

    Jorge Stark

  15. Fafi Pontes comentou:

    Caro Raul,

    e dá-lhe Santos!!!!! Como filha e afilhada de ex-presidentes e presidentes de honra a ainda tendo a primeira carteira de sócia (remida!!!) e é com ela que voto e entro na Vila, vibro com este novo Clube!!!!
    É o futebol que via em menina e é o espelho de uma nova gestão que mostra a que veio!!!!
    Meninos lindos!!! E que pés, Raul, que pés!!!!!
    Ah! a mamma Renata era italiana…qdo jogavam o ‘Palestra’ e o Peixe, já viu…
    Abraços alvi-negros!!!!

  16. Olá Raul,

    Tenho a idéia do que você está sentindo. Acho que estou sofrendo do mesmo “mal”, não sei se posso qualificar assim que é parecer que está traindo seu time do coração, no meu caso a Portuguesa de Desportos, por outro time que está jogando o fino da bola. No meu caso explico afirmando que essa torcida é pelo verdadeiro futebol espetáculo. Torço para a Lusa desde 1971, tinha 10 anos, quando levado pelas mãos do meu também saudoso pai (santista), entrei pela primeira vez na Vila Belmiro. O jogo era o Santos de Pelé contra a Portuguesa. Ali começou minha torcida pela Lusa. A explicação é que fiquei, não entendendo direito como a coisa funcionava, fiquei com dó da Portuguesa porque era meia dúzia de torcedores contra um estádio inteiro de santistas que vibravam com as jogadas do Rei. Desde aquele julho de 1971 torço pela Lusa e não tem jeito. São 39 anos como torcedor luso, meio título (dividido em 73 com o próprio Santos), mas como você bem disse, isso está no coração. Mas, fui pego de surpresa ao assistir o jogo contra o São Paulo na primeira fase e vibrei muito com o gol do Robinho de letra. desde então não perdi um jogo do Santos e paro tudo para assistir o show dos Meninos da Vila. Que magia é essa? Será que virei santista? Talvez uma outra vantagem é o Eduardo Silva parar de me chamar de pé frio! (No meu tempo de radialista, toda vez que ia a Vila Belmiro o Santos não vencia). Acredito que é a verdadeira paixão pelo futebol arte. Eu que já me desestimulei muito com o esporte bretão por vários motivos (violência, cartolas, mercenários, vendidos, etc), volto a me encantar com o futebol. Viva o futebol!

  17. Rafael Valdivia comentou:

    É, Raul, 2010 promete muitas alegrias para nós tucanos e santistas. Reconquistar taças e Brasis. É só jogar bonito, leve, alegre, envolvente que a Vitoria acontece. Com humildade e sempre obedecendo as orientações do Professor.Muita determinação e estaremos de volta a Brasilia e a Libertadores.
    Grande Abraço
    Rafael Valdivia

  18. Lula Terras comentou:

    Caro Raul
    Tenho por costume ler e não enviar comentário por preguiça, talvez. Mas esta posição assumida tenho que reconhecer ser de imensa inteligência e coragem. Como torcedor do Santos desde que conheço futebol, estou muito feliz com o time e mais feliz ainda por saber o sentimento pelo futebol está voltando as origens. Chega de discussões bestas, violência gratuita e falso amor que têm sido visto nos estádios. Torçamos para que esta onda seja apenas o início do resgate do futebol brasileiro. Parabéns e muito bem vindo.

  19. Gabriel Emidio Silva comentou:

    Raul:

    O Santos, de fato, encanta! Imagino que o saudoso Covas, lá do “assento etéreo”, esteja vibrando – ele e tantos santistas já “encantados”. Embora corintiano, gosto mesmo é do bom futebol.

    Abraço.

    Gabriel

  20. MEU FILHO CHOROU!
    Ontem, as 16h36 aproximadamente, meu filho Diego (sim, em homenagem ao nosso Diego de 2002), de 5 anos, me abraçou forte quando o Santo André fez 1 x 0. Pequeno, inocente, com lágrimas nos olhos, ele não acreditava que o mágico Santos pudesse perder esse título.
    Meu filho ser santista é um desses milagres que só o Santos pode proporcionar. Justamente quando ele abre os olhos para o futebol, começa a se interessar e a praticar este esporte mágico (ganhou seu primeiro título no fraldinha do Clube Náutico de Itanhaém, no sub-7, agora em março) eis que surge essa geração apaixonante comandada por Neymar e Ganso.
    Meu Diego não perde um jogo. Totalmente concentrado, no intervalo dos jogos, chama o irmão Andrei (7 anos) para “agarrar pênalti”. Imita Neymar, na paradinha, e me chama pra fazer a “dancinha”. É pra se emocionar mesmo.
    Obrigado ao presidente do Santos por nos proporcionar esse time saboroso de assistir. Esses meninos que fazem explodir uma nova geração de fãs, fanáticos torcedores mirins que estão surgindo no Brasil todo.

  21. Nestor Figueiredo comentou:

    Caro Raul,

    foi gratificante ler esse seu texto esportivo.
    A grande verdade(eu que somos “viuva do negão”) é que ele me fez lembrar os tempo em cabulava as aulas do Primo Ferreira, para assisir os treinos dos Santos de Pelé e Cia e ficar meio abestalhado. Quando ia nos jogos então…
    Resgatei vendo esses meninos jogar, toda a minha admiração pelo futebol!
    Acredito que os mais fanáticos dos corinthianos, palmeirenses, sãopaulinos ou seja lá qual o time do coração, mesmo desdenhando, lá no fundo, eles também os admiram! Ou no mínimo queriam Neymar, André, PH Ganso no time deles!

    Abraços

  22. Betão comentou:

    É isso aí Raul, faça vibrar este coração santista. Abraço

  23. RAIMUNDO ROSA , BRASIL . comentou:

    A equipe do sfc esta de parabêns , mais que tenham respeito e humildade aos adversarios , o time do santo andre e um time de pegada forte , o Santos tem tudo para ser campeâo , a humildade jamais pode faltar .

  24. Caro Raul, como te conheço de vários carnavais, sei bem o quanto dominas a arte da escrita e que gosta do Palmeiras e do bom futebol, como seu querido pai, que hoje assiste sua caminhada no andar de cima. Escritor, poeta, razoável fotógrafo e articulista político são suas praias. Mas, como todo bom jornalista sempre nos surpreende, confesso que fiquei impressionado com sua “crônica” sobre o futebol atual dos “Garotos da Vila Famosa”. Parece-me um
    Armando Nogueira dos bons tempos. Guardada as devidas proporções no assunto, é claro! Dar-lhe parabéns seria pouco. Desejo mais que, no próximo domingo, você aceite o desafio de vestir uma camisa do Santos F.C. e ir comemorar conosco na Praça Independência a conquista deste título. Que achas?

  25. Orlando Moreno comentou:

    Se é pra falar de futebol nacional então me uno as forças sábias desse Brasil . Na Africa do Sul já escalei meu time JúlioCezar, Lúcio e Juan Wesley e Roberto Carlos, Paulo henrique Ganso, Marquinhos, Arouca, Robinho, Neymar e Luiz Fabiano. Dá neles Brasil

  26. Marcos comentou:

    Não !!!!!!!!! Raul pára com isso !!! Te prometo que o levarei aos jardins suspensos do Parque Antárctica e vc, certamente, cairá em si.
    Você pode admirar os garotos do Santos, sem dúvida é um prazer vê-los jogar, mas abdicar de ser palmeirense, isso é sacrilégio !!!!!!!
    abs

  27. David M comentou:

    …Caro Raul,

    Parabéns pelo comentário de hoje aqui…É bom sair da política as vezes e perceber que há vida MUITO inteligente fora da política…A vida não é só política, é poesia, música, esportes ( principalmente o futebol…), cinema, filosofia, etc…

    Que o Santos tenha o coroamento da sua brilhante campanha…NASCER, VIVER E NO SANTOS MORRER, É UM ORGULHO QUE NEM TODOS PODEM TER!

    Abraços,

    David

  28. Exemplo disso prova que tudo e possível

    Esse mesmo exemplo serve para política

    Trocar todos, assim como Santos trocou

    Deixando somente as pessoas experientes como conselheiros fora do campo de atuação, e os novos no campo de atuação

    As universidades estão com universitários e professores qualificados para substituir todos os políticos, assim como santos fez

    E todos no presente sabem que para ser presidente quantos menos envolvido, mais pode fazer porque um Presidente escolhe os profissionais que são especialistas de cada área com matemáticos economistas administradores etc. para dar conta do recado

  29. Fátima comentou:

    Raul, Bem Vindo ao clube (literalmente).
    Você está certíssimo, não dá mesmo para resistir aos Meninos da vila.
    Eles são Santásticos!!!!
    Abraços,
    Fátima

  30. Raul!!! que bom ter notícias tuas…quanto tempo hein?
    Pena que não vibro tanto com outros times SOU campeã carioca..he..he..he.. BOTAFOGUENSE, mas isto não diminui meu carinho por você nem a admiração pelos bons jogadores brasileiros, afinal temos nossa copa mundial né?
    De vez em quando vejo nosso deputado querido…
    Abraços;
    Adeline

  31. takashi comentou:

    Pois eh Raul, agora tem que se encantar com os meninos da vila e esquecer um pouquinho as raizes familiares. Esses meninos vão nos dar muitas alegrias ainda. Copa do Brasil, Brasileirão, Libertadores. etc. Esperar pra ver.
    Abraços
    Takashi

  32. Santos e Santo André jogaram uma final espetacular no Pacaembu.

    Quem imaginou um passeio do Peixe, considerado o melhor time do Brasil, hoje, se surpreendeu com o eficiente e ousado time do ABC.

    A sacudida no intervalo fez efeito. O Santos voltou com o torcedor está acostumado e começou a jogar um futebol de gala.

    Um grande jogo e tudo fica aberto para o próximo domingo, quando a decisão vai premiar um dos times certamente os melhores do Paulistão 2010.

    Luciano Batista
    Deputado estadual

  33. Quando esses “meninos” da Vila jogam COLETIVAMENTE ninguem segura… são IMBATÍVEIS! Nem mesmo a seleção do Dunga conseguiria derrotar essa Turminha… se o Dunga escala-se do meio de campo em diante do time do Santos, a copa da Africa estaria no papo e não teria pra ninguem, mas infelizmente Ele não fará isso!

    Foi o que aconteceu no 2º tempo contra o Sto André, revertendo em poucos minutos, o placar negativo para positivo e quando de virada o sabor da vitória é sempre melhor! Agora, vamos combinar, aquele segundo gol do Sto. Andre foi no susto, a bola bate na trave que bate no atacante e entra!?…

    Se no proximo jg domingo o Santos entrar com esse mesmo espírito e jogarem coletivamente já no 1º tempo, tem tudo para ser de GOLEADA, SHOW e com muitos “olé… olé… olé…”, nem na porrada iram conseguir segurar essa “Txurminha”, irá ser simplesmente SAN-TÁS-TI-CO!!!

  34. Frederico Marcondes comentou:

    Viva o Santos encantando quem gosta do bom futebol!

    Abs
    Fred

  35. Canuto comentou:

    Esse time do Santos, recuperou a essência do futebol. Chega daquela coisa do futebol pagmático, de se jogar uma final de campeonato com o regulamento debaixo do braço. Futebol não é apenas um esporte, é uma arte.
    Abs Raul
    Canuto

  36. emilio cesar puime silva comentou:

    Caro Raul, parabéns pelo belo artigo!!!

    Os meninos estão impossíveis, desde a época dos meninos da Vila da década de 80 (Juari, Nilton Batata, João Paulo e Pita entre outros) eu não assistia um jogo tão dinâmico e veloz.
    Outrossim, o Dorival Junior está demonstrando ser um grande líder e técnico de futebol.

    Agora, faz-se necessário comentar que “”

  37. emilio cesar puime silva comentou:

    Ca

    em continuação … QUEM NÃO GOSTA DE FUTEBOL BOM SUJEITO NÃO É”””

    E o único PEIXE que interessa é o SANTOS FUTEBOL CLUBE!!!

    E quem precisa SAIR DO ARMÁRIO é quem tem ESCONDE!!!!!

    O que obviamente não é o seu caso, RAUL.

  38. CÉLIA FONTES comentou:

    PROMESSA CUMPRIDA! JÁ, NO HOLERITE DOS PROFESSORES, OS 25% ACRESCENTADOS A SEUS SALÁRIOS! GREAT!
    E HOJE EU TIVE UMA IDÉIA. QUE TAL, AGORA, OS PRECATÓRIOS PARA COMEMORAR ANTECIPADAMENTE A SUBIDA DA RAMPA DO PALÁCIO DO PLANALTO? SERÁ QUE VOCE, RAUL, NÃO PODERIA SUGERIR?

  39. Como esse Raul é brincalhão, depois me fala que não entende de futebol rs

    Adorei seu texto sobre esporte mas dscordo de algumas coisas. Primeiro eu aho que título paulista não é mania de grandeza, vide o próprio Santos 2006/2007 qe faturou o Estadual e no Brasileiro foi figurante. O Santo Adré chegou a final, mas não merece meu respeito por ter perdido de um São Paulo “sem treinador” e ter levado um baile do Peixe no meio do crtame.

    Segunda coisa: NEYMAR NA SELEÇÃO, NÃO!. Se nem Ronaldo fenõmeno entrou com essa idade em 1994 eu acho que ele não teria o espaço que a imprensa o coloca. Eu até levaria o garoto na relação dos 30, a tal da pré-lista, o testaria nos treinamentos aqui no Brsil enfrentando Lúcio, Juan e caso ele desse conta do recado, o levaria entre os 23. seria uma espécie de vestibular.

    PAULO HENRIQUE E O CARA! Esse não merece ser testdo, já o colocaria entre os 23, é o único jogador que pode substitiur Kaká a altura.

    Raul e torcedores santistas, muita calma nessa hora. Primeiro grande desafio será passar pelo atlético MG na Copa do Brasil, ganhanado o torneio, aí sim, essa equipe, no meu conceito entra para a historia não como uma equipe circense, de malabaristas habilidosos, e sim como uma EQUIPE VENCEDORA.

    Torço para que o Peixe fature COPA DO BRASIL, essa garotada merece coisa melhor que Paulista e que o Palmeiras fique mais um ano na fila..rs

    GRANDE ABRAÇO, RAUL”

  40. Agora é conferir no próximo sábado:Estaremos em lados opostos na torcida….depois do jogo volta a harmonia né?
    rs..rs..

Nome:

Email:

Site:  

Comentar: