Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Novos maus exemplos vêm de Alagoas !

Enquanto o Estado de Alagoas mostra a sua impotência diante de uma dívida com a União, considerada impagável, de cerca de R$ 6 bilhões, seus deputados estaduais chafurdam no mar de lama nacional, conforme matéria publicada pelo jornal Folha de São Paulo deste domingo (24) – "Grampo indica megaesquema de corrupção em Alagoas". Mais uma vergonha nacional, iniciada em 2001 e desenvolvida até o ano passado, cujo desvio apurado chega a R$ 280 milhões. Se o leitor deste blog quiser ouvir trechos das gravações de telefonemas dos envolvidos, aconselho que tome um engov antes: – http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u375217.shtml 

A jornalista Milena Andrade comenta em seu excelente blog "Moeda Corrente"http://milenaandrade.wordpress.com/ que Alagoas vive uma triste sina: "Entra e sai governador, a lógica do discurso não muda, soa sempre como se o Estado tivesse caído numa armadilha mortal e inevitável, em que o único salvador é também o seu algoz – o governo federal". Acontece que a dívida alagoana somava R$ 1,5 bilhão e está projetada para este ano em R$ 7 bilhões, conforme acordo com a União em setembro de 2002, inclusive com o apoio do atual governador Teotônio Vilela, na época senador, que avalizou as condições de refinanciamento.

Fora as lindas praias que emolduram o Estado de Alagoas, permanece o retrato da vida precária e pobre, exemplificada nas expressões da imagem extraída do "Moeda Corrente". Agora compreendo a aflição de Teotônio Vilela quando defendia ardorosamente a manutenção da CPMF, achando que o governo Lula seria mais condescendente com as suas dificuldades financeiras, com a disposição dos votos de Renan Calheiros e Fernando Collor no Senado para o que desse e viesse.

Propositadamente mesclei o cenário de dificuldades, para ampliar ainda mais a nossa indignação com a desfaçatez dos deputados estaduais locais, quando encheram a boca para clamar pela sua parte na roubalheira: "Quero meu dinheiro. Eu quero o meu dinheiro certo. Que é dinheiro de roubo, de corrupção… E não venha com desconto do INSS (sic), não, porque é dinheiro roubado…"

Até quando vamos continuar drenando recursos para os ralos da corrupção? De que modo podemos conciliar as necessidades locais com a possibilidade de um novo acordo menos draconiano para o Estado, diante de tantos desvios de conduta? Quem não se recorda do pré-lançamento de Fernando Collor de Mello, então governador de Alagoas, para a presidência da República, na matéria sobre o "Caçador de Marajás" exibida no Globo Repórter em 1989? E das fazendas de Renan Calheiros, com o milagre da multiplicação dos seus bois?

Apesar de tudo isso, Alagoas precisa de ajuda, mas é bom varrer para bem longe esses "representantes do povo" sem dignidade para merecer esse título que a democracia e o voto, às vezes injustamente, lhes garante!

Compartilhe

7 comentários em “Novos maus exemplos vêm de Alagoas !”

  1. Ernesto Donizete da Silva

    Companheiro Raul,

    O tema corrupção é recorrente e vergonhoso sob todos os aspectos. Inclusive, faço menção dos inúmeros pseudo-honestos que existem neste vasto país, em especial os que estão em alguma das esferas de poder.

    Pessoas eleitas. Eleitas com a esperança de um povo tão sofrido. Eleitos ao custo de vidas humanas. Eleitos, sendo lobos envoltos com pele de cordeiro. Eleitos propalando soluções e tornam-se parte deste problema, inegável na contemporaneidade.

    Para não divagarmos muito e como nosso “letrado” e “sapiente” presidente “Inácio” diz todo este cenário é uma “DESGRACEIRA”!!!

    Ernesto Donizete da Silva
    PSDB/SANTOS

  2. …Caro Raul,

    Renan Calheiros já passou por vários governos desde a Era Collor. Não é novidade nenhuma que governos, todos eles até aqui, fazem vistas grossas para os descalabros, corrupções, etc., sempre em troca de apoio e mais aliados. Abs.

  3. Raul, Alagoas e a maioria dos Estados do Norte e Nordeste, sempre sofreram com o Corelanismo existente até hoje, candidatos que compram votos , destribuindo dentaduras, um pé de sapato e depois de eleito é que entrega o outro pé, iludem constantemente os mais humildes, para depois de eleitos, promoverem a farra do boi, com dinheiro público, roubando dos que menos recursos tem.
    Mas não precisava ir tão longe, aqui mesmo em nossa região, prá ser mais preciso no Município de Guarujá, alguns vereadores foram flagrados lezando o erário, o qual deu-se o nome de mensalinho, lembra. Pois então corrupção é de Norte a Sul do Brasil e grande culpa disso como esvreveu o David M. são de todos os que já governaram esse País, que nada fazem para punir os larápios em troca de apoio e até mesmo alguns desses governantes se omitem por terem culpa no cartório, ou melhor: ( por terem o rabo prêso ).
    E com isso faltam os investimentos na Educação, para a Saúde Segurança pública, etc. etc, etc…. Só DEUS !

  4. Quando numa empresa privada ocorre um pequeno desvio como por exemplo as pequenas diferenças que aparecem nos caixas dos bancos, rapidamente nossos banqueiros tratam de retirar do já desgastado salário do coitado do bancário, mas quando é o próprio banqueiro que dá um desfalque ou participa de alguma falcatrua eles logo põe excelentes advogados e pronto. Como dizia Plínio Marcos: “Este país só vai dar certo quando o último capitalista morrer enforcado com as tripas do último padre” Eu com respeito ao Plínio acrescentaria os políticos corruptos, advogados, traficantes, corretores de imóveis, vendedores de carro, minha ex-sogra…epa! Melhor parar por aí senão haja tripa! O Brasil sobreviverá a todos, estamos aprendendo ao exercício da democracia e acredito que uma nova geração está vindo pra mudar muita coisa.

  5. Luciano Araujo

    Raul, o feitiço contra o feiticeiro, serei curto, nosso método esta ultrapassado;falo da divída do estado(alagoas), falar sobre a reforma tributária? A desvinculação da política do café com leite,turismo e poder?No estado que nos encontramos melhor não falar sobre ralos, afinal esta politica economica ser nossa(psdb) e seu sistema permite ralos. Já sei, vamos suar mais, desvincular o sistema federativo micro desenvolvido e implementarmos uma nova federação pactuada por indices… afinal esta ser só no papel…. Lu-JPSDB/Cubatão.

  6. bem alagoas precisa mesmo de ajuda mas o povo é muito acomodado com as decisões dos poliíticos corruptos da qui do estado.

    se todos quiserem ver mudança teem que se mobilizar e eu não estou falando de uma ou duas pessoas não eu estou falando do estado inteiro, poxa chega de sermos humilhados pelos estados mais ricos, está na hora de criarmos vergonha na cara.

  7. eu até concordo com o que disse o machado, mais se o pessual é ignorante a maioria passa necessidades é claro que se alguém chegar oferecendo um dinheirinho irá vir bem a acalhar, e é por isso que os governates do nosso estado não investem em educação pra ter um povo pobre iguinorante .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *