Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Luz para os aposentados !

Sou a favor de uma vida mais digna para todos os aposentados. Sempre achei injusto um cidadão trabalhar uma vida inteira para conseguir sobreviver e quando pode se dedicar com liberdade aos desejos pessoais fica recluso em casa ou é expulso dela porque não conseguiu comprar uma antes ou não consegue pagar os próprios aluguéis. Faz tempo que o Brasil não dá a devida atenção para os aposentados e muitas vezes olham para eles como se fossem um estorvo. Parlamentares e governos precisam encontrar logo uma saída.

A Previdência Social acumula déficit de R$ 29,9 bilhões de janeiro a agosto, segundo dados divulgados pelo ministro da Previdência, José Pimentel. O fluxo de caixa no mês de agosto, por exemplo, indica que a arrecadação foi de R$ 14,4 milhões enquanto a despesa com benefícios foi de R$ 19,5 milhões. Essa conta negativa evidencia um déficit e faz a previdência recorrer às reservas, dificultando novos reajustes.

Faz muito tempo que os recursos da previdência foram utilizados pelos governos para muitas outras atividades, impulsionando o rombo nas suas contas. A equação é simples: anteriormente havia um número maior de contribuintes da carteira previdenciária e o país não se preparou para a hora em que milhares de trabalhadores da ativa mudariam de condição.

O PT honestamente falhou para resolver no passado essa questão, porque quando os governos anteriores a Lula agendavam uma discussão sobre o tema, esse partido era o primeiro a levantar bandeiras impossíveis e demagógicas. Agora faz de conta que nunca antes se comportou dessa maneira. E nesse ponto acho que a coerência não pode ser abandonada, mesmo quando há necessidade de dizer um não negociado ao invés de um sim que você não reúne qualquer condição de atender. Mário Covas ensinava isso, mas muitos agem pelo contrário, inconsequentes como foi e tem sido o PT.

O governo Lula está empurrando com a barriga o temas "Previdência" e "aposentados". Por isso não quer nem ouvir falar dos projetos no Congresso Nacional que aumentam as despesas da Previdência, como o que vincula os aumentos de todas as aposentadorias ao salário mínimo e o que põe fim ao fator previdenciário, criado com a finalidade de reduzir o valor dos benefícios no momento de sua concessão, de maneira inversamente proporcional à idade de aposentadoria do segurado.

Na oposição o PT nunca se preocupou com "o limite do responsável e do sustentável ao longo dos anos". Prometiam um mundo novo que jamais teriam condições de entregar. Seguindo esse raciocínio, lógico seria que um governo do PT, que sempre defendeu a vinculação das pensões ao salário mínimo, soubesse de onde extraíria os recursos necessários para realizar as suas velhas promessas.

Sobra então a situação de penúria para aqueles que sempre ajudaram o país a se desenvolver e não tem culpa pela incompetência de gestão que remonta décadas. Para valer a demagogia petista dos palanques, o nosso sistema previdenciário não aguentaria. Mas o pior é que até agora o governo do PT não apresenta uma proposta que responda ao equilibrio das carências dos beneficiários, para aproximar mais os seus ganhos atuais da realidade econômica. Não apresenta porque não quer desagradar os aposentados e fica criando subterfúgios, incluindo mais essa conta nas potencializadas riquezas do pré-sal, a exemplo da educação e da saúde de primeiro mundo no futuro, do Grande PAC Brasil e da eleição de Dilma Rousseff.

Fábio Gambiagi fez uma análise profunda sobre a pressão do salário mínimo sobre a previdência e deixou algumas questões, como: "Quanto tempo mais o país irá manter a política de aumentos do piso previdenciário? Os políticos têm a palavra. Este ano e no próximo, o SM e o piso previdenciário, em termos reais, estarão aumentando mais de 5% ao ano. É óbvio que essa é uma decisão que já está tomada e deve ser cumprida. Na próxima década, porém, se o SM continuar a crescer nessa velocidade, a despesa do INSS cresceria em torno de 6,0% todos os anos. Se o PIB crescer 4,5% ao ano, o gasto do INSS, que em 2010 deverá ser da ordem de 7,5% do PIB, alcançaria 8,6% do PIB 10 anos depois. Lembremos que o investimento do governo é hoje de 1% do PIB. O país pode não fazer nada. O risco, nesse caso, é que em 2020 não sobre nada para investir. O próximo presidente terá provavelmente que propor algo a esse respeito."

Afinal, qual é mesmo a proposta real do governo do PT para todos aqueles que já fazem parte da história do Brasil, por seus suores e contribuições ? Mãos à obra !

Compartilhe

23 comentários em “Luz para os aposentados !”

  1. ercilia pouças feitosa

    Raul, Talvez se os aposentados fizessem valer o seu poder de voto, as coisas fossem diferentes. Se os salários da máquina administrativa, dos três poderes fossem igualados aos dos aposentados haveria verba de sobra. Ó governo ainda poderia adquirir o superavit da Previdência se devolvesse aos seus cofres todo o dinheiro que foi desviado, desde áureos tempos para cobrir rombos de outros órgãos ou fazer a cortesia com o chapéu dos outros. Os bilhões de dólares liberados pelo governo Lula para se mostrar ao FMI ou a outros países talvez pudessem suprir por muitos anos ainda os aposentados.
    Beijo.

  2. Raul, Mais uma vez tenho que te parabenizar pelo tema e pela opinião mais do que honesta e assertiva. Quando diz no texto: "quando os governos anteriores a Lula agendavam uma discussão sobre o tema, esse partido era o primeiro a levantar bandeiras impossíveis e demagógicas. Agora faz de conta que nunca antes se comportou dessa maneira", você toca com exatidão numa das faltas de resolução, mesmo que parcial, para a questão dos aposentados e da previdência social. Nós, mais jovens, temos que ter muito respeito para com os aposentados, pois devemos à eles uma vida digna depois de terem se dedicado anos de suas vidas ao trabalho e a formação desse país. Abraços, Jair Lopes

  3. A questão é até quando o Governo adiará uma solução para o triste achatamento que os aposentados sofrem a cada ano em seus benefícios? Em contrapartida, vários superavits são anunciados anualmente dentro do orçamento da nossa sofrida Previdência Social.

  4. carlos laureano

    A análise é correta. Entretanto, de uma certa forma, olha-se a receita financeira do aposentado ou do idoso. O mais importante são as chamadas despesas. Exemplo: ao se completar 59 anos, simplesmente quem paga saude privada vê sua prestação dobrar de preço (eu disse dobrar) graças ao governo federal. Com a idade tem-se mais necessidade de remédios. Qual desconto que o governo federal criou para baratear o preço dos remédios para os idosos? Enfim são inumeros os exemplos que podem ser citados. Resumindo: o idoso tem uma receita financeira menor e despesas maiores.

  5. Cidinha regis

    Este texto que vc menciona e de suma importância, pois já trabalhei com a terceira idade, cujo hoje é denominado “melhor idade”, coisa que devia ser, caso pudessem desfrutar de suas conquistas, porem o sistema de aposentadoria e ainda muito perverso, pois se percebe um “benéfico” que não supre suas necessidades, nesta fase da vida o custo de vida encarece muito mais, por se tratar de “idosos”, questão que considero preconceito.
    Infelizmente temo idosos que trabalham até a morte, pois sua aposentadoria defasada não supre suas necessidades, e necessitam retornar ao mercado de trabalho, muitas vezes em sub empregos, condições desumanas ferindo a dignidade humana, considero de muita importância a sua preocupação com o assunto. Por este motivo e que temos que ter vc nos representado!!!!!
    Abraços

  6. Você toca no assunto com muita lucidez e realismo, mas tem a questão política que pode provocar um estrago muito maior do que o rombo da previdência se tais projetos “demagógicos” forem aprovados.
    O aposentado tem, no momento, nítida certeza de que o responsável por sua situação desfavorável é o lula.
    Este, por sua vez, conta com o senador de seu partido para sustentar uma situação dúbia, para fingir que está tentando alguma coisa, até que, chegado o momento de passar a peteca, certamente permitirá que se aprove tudo o que esse pessoal tem direito, assim, ele se imortalizará e os aposentados esquecerão tudo o que está acontecendo agora e irão idolatrá-lo para o resto da vida.
    O próximo governo vai ficar com essa batata quente na mão de qualquer jeito.
    A questão é, quem será o próximo presidente?
    Provavelmente, quem se render ao discurso demagógico e ficar do lado dos aposentados poderá garantir milhões de votos, porque a aprovação dos projetos é certeza absoluta e inevitável.
    Porém, quem teimar em demonstrar preocupação maior com números do que com a vida das pessoas e pisar firma num discurso realista e legítimo, como o que você manifesta no texto, pode ter certeza que vai criar dificuldades para tentar se justificar e para tentar driblar o rótulo de ser contra os idosos aposentados e pensionistas porque lula se encarregará de carimbar todo aquele que ousar falar a verdade.
    Os tucanos se acostumaram a correr atrás do prejuízo, e essa derrota nas próximas eleições, que é tão visível se vocês insistirem em excesso de transparência com quem se acostumou a acreditar na mentira propagada pelo desgoverno lula, poderá custar muito mais caro do que tentar melhorar o discurso e evitar um rombo maior que é o provocado pela corrupção.

  7. Luciana Leal

    Caro Raul

    Parabéns pelo blog.

    Ano vem, ano passa e vemos a injustiça com quem já ajudou, e muitas vezes ainda ajuda, a construir nosso Brasil.

    Muitos políticos usam os aposentados como marionetes. Querem o voto. Prometem aumento e benefícios em época de campanha. Infelizmente são apenas promessas…

    Quem sabe com você lá essa história possa mudar!

    beijos

  8. Uriel Villas Boas

    A situação dos aposentados e aposentadas em termos de proventos mensais tão cedo não vai ter uma solução adequada. Por uma razão muito simples: os interessados não discutem o problema. Parece que depois que se retiram do emprego conseguindo a aposentadoria, não precisam mais ir à luta. Alíás, muitos já tinha essa prática, ou seja, não participava das lutas de sua categoria, não iam as assembléias, mas se beneficiavam dos resultados de quem lutava. E temos constantes mudanças nas leis, nas portarias, nos regulamentos, com a ação de tecnocratas que levam em consideração a determinação em relação ao campo financeiro. Sem pensar na questão social. E o pior é que vivenciamos uma completa desmobilização. Entidades que se dizem representativas dos aposentados não os conmvocam para discussões, para assembléias. E negociam em Brasilia como se tivessem poderes para tanto. Mas agora surge uma outra questão, ou seja, a Folha de S.Paulo anuncia que o PSDB e PT esão se aliando para uma ação comum nessa questão. Pensando no próximo mandato. Dá para entender? Pois bem, o aposentado precisa pressionar o deputado na sua base eleitora. O quanto antes. E exigir um posicionamento claro e definido. Ainda dá tempo

  9. Ai esta um assunto bem colocado aposentadoria, se for comparar a bolsa família, que produziu meio por cento do PIB

    A maioria fala como se nada tem haver com nos

    Gostaria de ver os próximos candidatos colocar em cartório amarado no voto a solução de vez em tudo que diz respeito a nos

    ao aumento dos aposentados, e a garantia que, toda criança nasce do lado negativo ou positivo, ter o direito a formação em boas escolas com material didático que convença

    No conjunto das coisas produz os efeitos a favor ou contra, sempre se culpa alguém, e a população fica onde, e achar que o povo numa vai reagir em massa, e subestimar a inteligência humana

    Link “Todo mundo quer encontrar um culpado para o blecaute, diz presidente” todas as explicações serão como se nem uma fosse à explicação e outras situações a caminho, não adianta querer achar culpados

    http://ultimosegundo.ig.com.br/apagao/2009/11/16/todo+mundo+quer+encontrar+um+culpado+para+o+blecaute+diz+presidente++9104959.html

    Link Arte do desejo”SP: 40% dos viciados começam a usar drogas antes dos 11 anos” descobriram America enquanto outros já praticavam,

    O projeto fim dos cheiras colas do Brasil, que foi proibido, e travado o evento que seria feito durante trinta dias na Praça Ladeira da Memória centro SP, fez uma pesquisa nesse sentido, com mais de duzentos cheira-dores já indicava isso e mais os comerciantes de drogas estão pensando como empresários, dando amostra grátis para os convidados, isso foi ignorado há anos atrás

    Arte do desejo, com isso a arte do desejo ruim vai ser trocado pela arte do desejo bom

    Não e a toa que tem criança dizendo que adultos estão fazendo mais arte de criança do que as próprias crianças

    E ainda assim as crianças não podem relatar o que gostariam de expor sobre o lugar que estudam, e de lá que sai as presas fácil, num sistema orquestrado, e agora depois de tantos anos descobriram America, numa e traz para voltar atrás

    http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4103654-EI306,00-SP+dos+viciados+comecam+a+usar+drogas+antes+dos+anos.html

    Aqui esta a formula da mudança para curar

    As TVs deviam dar prêmios aos telespectadores que dão audiência, começando pelas crianças das escolas publicas

    Sem ganhar nada ainda, chegara o dia disso em que isso será uma pratica comum como os grandes mercados de alimento, lojas de departamentos vão dar prêmios secretos e de surpresas de alto valor agregado, aos estudantes o melhor investimento

    Assim como novo reitor da USP vai liberar os empresários a construir a parte privada da universidade, para o ensino básico ter o padrão da USP, desde a barriga da mãe da educação, essa iniciativa devia sair da mídia, e não dum analfabeto como eu, que ainda vai abrir uma agencia de publicidade com seu dinheiro, sem incluir os detalhes

    Ai sim, o ibope de todas emissoras estariam nas alturas, correspondendo à realidade para o futuro de todos nossos descendentes, fazer um curso para ver a viabilidade de ser um viciado, antes de ser e não depois de se,

    Assim como na ficção esta escrito, que todas as delegacias e outros lugares vão virar departamentos de atendimento antes de acontecer, e não depois de acontecer
    Link “Viaduto do Rodoanel-SP só será retomado após laudo” na ficção tem um conto http://www.ficcaoglobalizada2015br.blogspot.com/ onde o mestre de obra confundiu um prestador de serviço com o engenheiro, disse das três plantas construção foi a dois, isso quer dizer que tratam uma coisa, e façam outra, ai ate inocente pela culpa, e não adiante querer achar culpados porque, vêm mais coisas, e a lógica de tudo pede todo tipo de construção a prova de terremoto

    http://br.noticias.yahoo.com/s/16112009/25/manchetes-viaduto-rodoanel-sp-so-sera.html

    Na ficção tem uma frase que diz assim não acredite nisso, só esteja vivo, no presente tem gente que esta vivendo vendo assistindo, e vai ver muito mais

  10. Raul, você coloca o dedo certo na ferida, inclusive não omite que a situação que aí esta, se deve aos govêrnos atual e passados, inclusive o do Sr. FHC, lider mór do PSDB, no qual o colunista é filiado.Democraticamente, é ótimo perceber que você esta do lado dos Aposentados, porém é de seu conhecimento que esta em gestação pelo PT e PSDB, a possibilidade da votação ser empurrada com a barriga, e outra PSDB e DEM, aprovando o aumento e deixando o desgaste político com o Presidente ao veta-lo , isto em vesperas de eleição, causa um desgastes politico grande. Veja, como é feito os bastidores da política no Brasil. Será, que realmente os políticos estão preocupados com os Aposentados, aqueles que durante 30, 35 , 40 anos de suor , sangue e trabalho construiram grande parte desta nação. Será que Deus realmente é brasileiro Raul? Ou, estamos nãos mãos de politicos oportunistas de plantão?

  11. fausto ivan

    Oi Raul, belo artigo, inda mais para mim que estou com 64 e não aposentei. Veja, existem milhões de pessoas todos os dias prestando os mais diversos serviços, pedreiro, encanador, capina de mato etc… que movimentam bilhões de reais sem garantias previdenciárias, sem seguro que os proteja, enfim, sem eira nem beira. Se houvesse lei que instituisse o CHEQUE-SALÁRIO, que v. adquirisse em qualquer papelaria, cujo serviço a ser pago tivesse uma taxa, tipo 20%, inclusa de seguro de vida e inss, protegeria o tempo de serviço do trabalhador informal e ao mesmo tempo o contratante. Creio que esse deficit poderia zerar ou a menos diminuir. Espero que voce melhore isso e leve como projeto na Câmara Federal, em janeiro de 2011.

  12. Muito bom o texto. Sou da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mato Grosso do Sul. Gostaria de Saber se podemos publicar o seu texto na integra em nosso jornal mensal.

  13. 17/11/2009 – 06h39

    Nos jornais: Serra se une a Lula contra aumento dos aposentados
    Correio Braziliense

    União improvável

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é o único a articular pela rejeição do projeto de lei que vincula os reajustes dos aposentados e beneficiários do INSS aos índices aplicados ao salário mínimo. O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), entrou em campo pedindo a líderes de seu partido no Congresso o veto à proposta. O problema é que deputados e senadores tucanos e democratas tratam o tema como uma forma de arrematar uma boa bandeira para as eleições no próximo ano e, ainda, tentar amenizar a impressão de que a gestão de Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, foi maléfica para a categoria. Argumentam que, nesse momento, não podem jogar apenas pensando no que é bom para o pré-candidato à corrida presidencial em 2010. Afinal, dizem, eles também precisam se eleger
    http://congressoemfoco.ig.com.br/noticia.asp?cod_canal=1&cod_publicacao=30613

  14. Raul querido,
    Como sempre, voce tocando no ponto certo, com a assertividade que lhe é peculiar.
    O que falta nos homens com poder de decisão é essa coragem de dizer “sim” quando é possível e dizer “não” quando não é possível. E fica esse joguinho de esconde-esconde, banalizando a qualidade de vida de pessoas tão especiais e já sábias pela experiência adquirida “os aposentados”.
    A cada artigo seu que leio admiro-o um pouco mais e fico na torcida para que, muito em breve, voce possa, de fato e de direito, ter um poder de decisão a altura da sua competência.
    Grande abraço

  15. Parece que até o fator previdenciário e os mecanismos de reajustes de aposentadorias foram criados para favorecer o lula e sua política de valorização do salário mínimo, mesmo com o sacrifício dos demais aposentados que recebem, ou recebiam, acima desse valor.
    Esse tipo de informação ou boataria sobre o José Serra só favorece o lula, que transfere suas responsabilidades com os aposentados e ainda é capaz de ficar como vítima, que não teve condições de vencer as pressões da malvada oposição, diga-se José Serra.
    Como foi dito acima, antes de manifestar opiniões antipáticas, é preciso vencer a eleição.
    E desse jeito parece que pode ficar difícil, porque aposentado é muito mais ligado do que a população em geral e sabe que está pagando uma conta que não é sua.
    Quem avisa amigo é.

  16. Felício Castellani

    CARO AMIGO RAUL.

    QUAL e a REAL posição dos deputados do nosso partido com relaçao ao reajuste dos já roubados aposentados deste país.

    eng FELICIO CASTELLANI

  17. João Gonçalves (Presidente Prudente, SP)

    Infelismente eu e minha familia fomos eleitores do PMDB depois PSDB acompanhando os policos que pensavamos que era a favor dos trabalhadores e aposentados deste pais, quanta decepção, quem pensavamos que era a favor dos aposentados foram os que mais prejudicaram eles, hoje na oposição é muito facil jogar pedra em quem esta na situação,querem se beneficiar politicamente da situção mas quando podiam realmente ajudar os aposentados deste país não fizeram nada, quer dizer fizeram sim prejudicaram o quanto puderam os coitados dos vélhinhos, hoje querem se fazer de defensores para poder angariar votos, mas os aposentados ja estão vélhos mas não vão se deixar enganar por estes ditos defensores por conveniencia do momento politico,falo isso com todo o direito porque fui enganado e dei meu voto para esses politicos que me decepcionaram.Infelismente não conheci a sua posição na época em que o PSDB era governo,só a conheço agora,então tudo que falei não vale para sua pessoa,sem mais agradeço,abrç

  18. Lula-lá em 2010!

    A Previdência Social acumula déficit… EVIDENTE, MUITOS METENDO A MÃO NOS COFRES DA PREVIDENCIA DE ANTIIIIIGOS GOVERNOS, QUE FELIZMENTE ESTÃO SENDO PEGOS NO ATUAL, ASSIM NÃO A COFRE QUE RESISTA…

  19. SERGIO OLIVEIRA

    Estão na ordem do dia vários projetos que dizem respeito aos aposentados. O Governo diz que não pode dar aumento igual a todos os aposentados, pois isto seria o caos. Conversa fiada na minha opinião, senão vejamos:
    A Constituição de 1988, quando trata da Seguridade Social, no Capítulo II – Da Ordem Social, diz, no artigo 194, que a mesma ” compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinado a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência social e à assistência social.
    Segundo um dos slides de um Programa de Educação Previdenciária, da Secretaria Executiva do Ministério da Previdência Social, de julho de 2004 ” a previdência social, a saúde e a assistência social, compõem, de forma integrada a Seguridade Social. A Seguridade Social é financiada, também de forma integrada, pela folha-de-salários, Cofins, CSLL e CPMF, além de outras fontes.”
    As fontes de financiamento eram, até então, as seguintes:
    1. Das empresas, incidentes sobre a remuneração paga, devida ou creditada aos segurados e demais pessoas físicas a seu serviço, mesmo sem vínculo empregatício;
    2. As dos empregadores domésticos, incidentes sobre o salário-de-contribuição dos empregados domésticos a seu serviço;
    3. As dos trabalhadores, incidentes sobre seu salário-de-contribuição;
    4. As das associações desportivas que mantêm equipe de futebol profissional, incidentes sobre a receita bruta decorrente dos espetáculos desportivos de que participem em todo o território nacional em qualquer modalidade esportiva, inclusive jogos internacionais, e de qualquer forma de patrocínio, licenciamento de uso de marcas e símbolos, publicidade, propaganda e transmissão de espetáculos desportivos;
    5. As incidentes sobre a receita bruta proveniente da comercialização da produção rural;
    6. As das empresas, incidentes sobre a receita ou faturamento e o lucro ( Cofins e CSLL );
    7. As incidentes sobre a receita dos concursos de prognósticos, da Caixa Econômica Federal;
    8. CPMF, que, como sabemos, deixou de existir.
    Se o próprio Ministério da Previdência Social cita esta integração entre a Previdência Social, a Saúde e a Assistência Social,formando a Seguridade Social, bem como a integração de suas fontes de financiamento, não é correto, a meu ver, que se apresente, todos os meses, de forma separada o resultado do Regime Geral da Previdência Social – RGPS, para declarar que a Previdência é deficitária, uma vez que o mesmo faz parte desta ” integração “, conforme já explicitado acima. No tal “déficit da Previdência Social” deve ser considerado o resultado altamente negativo da área rural, cujos beneficiários, lá no início, não contribuíram para a formação do fundo e, atualmente, contribuem com um percentual baixíssimo sobre as vendas, sendo de se perguntar se não há muita sonegação, uma vez que a arrecadação desta área é muito pequena, em relação ao total pago como benefícios.
    Dentro desta maneira de ver a Seguridade Social, de forma integrada, tal como o próprio Ministério explicita, a ANFIP – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil demonstra anualmente, através de seus relatórios denominados Análise da Seguridade Social, a mentira do déficit da Previdência Social. Segundo estas análises, de 2000 a 2008 tivemos os seguintes números: Superávit total : R$ 392,2 bilhões, ou seja, a diferença entre o total das receitas da Seguridade Social menos o total das despesas. Sobrou toda esta grana. Mesmo com a diminuição dos valores da DRU – Desvinculação das Receitas da União, no total de R$ 237,7 bilhões, ainda assim, sobrou o total de R$ 154,5 bilhões.
    Ora, diante disto, dizer que não há recursos para dar aumento igual ao do salário mínimo aos aposentados e pensionistas que recebem mais que o mínimo é brincadeira.
    Por último, dizer que os cerca de 6%, para quem recebe mais de um mínimo, é um grande aumento é piada de mau gosto, uma vez que a defasagem em relação ao salário mínimo continuará, pois este terá um aumento em torno de 9%.

    SERGIO OLIVEIRA – APOSENTADO – CHARQUEADAS – RS

  20. Godofredo Nunes

    Antes da ditadura, existia dois orgãos de aposentadoria.Um para os trabalhadoresda industria,comercio serviços e outro para funcionarios do serviço publico,forças armadas judiciario. Como a previdencia dos trabalhadores tinha muitos recursos e a dos funcionalismo estava em estado critico convenceram os militares a juntar todo bolo para evitar o colapso.Nessa epoca contribuia sobre 20 salario e com a junção reduziram o teto decontribuição para 10 salarios.Não houve nenhuma devolução nem redução do tempo para compensar.Porque que quando “voltamos a legalidade” não se eliminou o entulho da ditadura separando as previdencias como sempre foi?. Acredito que se colocarmos todas as aposentadorias pagas dentro de uma curva normal vamos encontrar que cerca de 20% dos aposentados(aposto que a totalidade dentro do serviço publico e autarquias) recebem de 50 a 70 % do valor pago pela previdencia.Acho que a aposentadoria deveria ser igual para todos os brasileiros de tal forma que a diferença entre o que ganha mais e o que ganha menos, não fosse maior que 5 vezes.

  21. FERNANDO INÁCIO

    Quero lembrar a todos voces que no Brasil existem dois tipos de Seguridade Social: A da classe dos Trabalhadores e as das classes dos Servidores, Militares e Congressistas. Quando a mídia fala, ela diz: “Aposentados”, mas não é bem assim pois esta generalizando “todos” o que não é verdade. A classe dos trabalhadores, justamente aqueles com um nível escolar e intelectual melhor, que ganhavam na ativa rendimentos acima de 1 (um) S.Mínimo, que pertenciam a classe média, após aposentados, são os que mais vivem em penúria total,vão entrar no maior pesadelo das suas vidas: Ao se aposentarem tem logo uma perda rendimento e anualmente vai perdendo o poder aquisitivo, caminhando para mendicidade, passando para classe social “pobre” ou virar mendigo. Pelas estatisticas representam 8,4 milhões de brasileiros, que não tiveram a sorte de pertencerem ao mundo maravilhoso dos servidores publicos. Para este grupo, a Seguridade Social é diferente: Ao se aposentar, continua com o mesmo salário,os reajustes iguais os da ativa, assistencia médica de qualidade, so andam viajando, ajudam a família, enfim vão curtir a sua velhice num “Mar de Rosas”. Eles não podem reclamar de nada… Enquanto a gente, somos discriminados, Renegados, os Lixos, Os sangues ruim. Parece que só fizemos mal a Nação. O famosso “Direito adquirido” “Estado de Direito” muito falado pelos ministros do STF e outros juristas, alem do art. 5 da Carta Magna, que diz todos são iguais em direitos e obrigações, mais o Estatuto dos Idosas, não são respeitados, pois a todo instante os governos mudam as leis, só para nos prejudicar. Somente eles, os “Privilegiados” teem estes direitos respeitados, são intocáveis. Ainda por cima colocam-nos como responsáveis pelo ROMBO do Tesouro, quando são eles os verdadeiros provocadores deste ROMBO e os maiores disvirtuadores do Sistema de Seguridade da Nação. A coisa é tão imoral e desonesta que tem gente que ganham mais de uma aposentadoria bancadas pelo proprio governo, que somadas chagam a uma “Mega-aposentadoria” E quem paga esta conta??? Somos nòs é claro. A imprensa de um modo geral, passa para a população menos esclarecida, uma ideia de que somos os únicos culpados, quando diz nos noticiários a palavra “Aposentados” por isso peço a voces profissionais da imprensa, que nos ajudem, só contamos com voces. Quando for fazer uma reportagem sobre este assunto destaque com firmeza estas mazelas e digam assim: Os aposentados da classe privada, os aposentados da classe publica, os aposentados da classe dos militares, os aposentados da classe congressistas.
    Quando for generalizar digam: Todos os aposentados do País deram um ROMBO de…. Melhor ainda que voces discriminem sempre os valores por classes.
    Vamos acabar com esta vergonha nacional, com os aproveitadores deste sistema injusto que provoca o maior desnível social e aumento da miserabilidade do País. Queremos igualdade, Justiça social pois somos todos filhos de um só Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *