Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Blog do Raul

Deixa o “Cara” descansar ?

Os feriados da semana do Natal e da travessia para o Ano-Novo são muito bons para descansar e para recarregar as baterias, menos para uma parcela de homens públicos responsáveis diretamente pelo bem-estar das pessoas. Nos últimos anos, essa época é marcada por verdadeiras tragédias em função das chuvas cada vez mais fortes pelo desequilíbrio do clima e pelo fenômeno El Niño. Por isso é quase inimaginável que nesse plantão nacional, além das comissões municipais, estaduais e federal da Defesa Civil, os chefes maiores, prefeitos, governadores e o presidente da República, com seus respectivos secretários e ministros de infra-estrutura comandem suas competências de longe. Ou isso é uma bobagem ?

As últimas cenas de Angra dos Reis e de São Luiz do Paraitinga são chocantes, assim como foram as de Blumenau no final de 2008, além de Cunha e da própria Capital de São Paulo recentemente. Há quem prepare moções de repúdio à natureza, em função das mortes e danos provocados de maneira crescente, passando longe também de qualquer análise mais profunda do estado de desorganização urbana que o país vive, com raras exceções.

Engatinhamos ainda na solução do déficit habitacional, que indica a necessidade da construção de pelo menos 8 milhões de moradias. E são cogitadas regras mais severas para coibir a ocupação de áreas de risco e de preservação ambiental por pessoas que sonham constituir lares ou ambicionam desenvolver atividades produtivas e geradoras de renda. Tais respostas devem ser apresentadas na forma de projetos executivos de soluções, indicação de recursos orçamentários e prazos para esse fim.

O momento exige solidariedade plena dos governantes de qualquer esfera pública. As soluções não sairão da noite para o dia, mas elas precisam ser sinalizadas, com maior privilégio para o planejamento das ações e menor espaço para leniência ou complascência públicas, que derivam para lágrimas de crocodilo, demagógicas. As máquinas estatais têm o papel de acudir as suas vítimas, não importando agora a escolha errada no passado, porque a sociedade espera mudança com competência de gestão.

Então compartilho uma observação de Teodoro Gottfried Meissner, editor de Conteúdo do Fórum de Líderes Empresariais: “Lula está em férias. O Congresso Nacional está em férias. Dos 37 ministros de Lula, 23 estão em férias. Brasília está às moscas. Não é necessariamente uma má notícia”, para complementar com a informação de que o presidente da República, em férias na Base Naval de Aratu, em Salvador (BA) (visto pelas lentes de Márcio Fernandes, da Agência Estado, carregando uma caixa de isopor que ilustra este post), pediu ao ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que acompanhasse de perto a situação em Angra dos Reis e na Baixada Fluminense.

Geddel continua na Bahia, em sua casa de praia, no litoral norte de Salvador, descansando.

Compartilhe

27 comentários em “Deixa o “Cara” descansar ?”

  1. este marketing chulo, na hora errada no momento impróprio. Que o povo brasileiro tenha olhos para ver e não admirar ato tão inadequado.
    Abs
    Marisa Cruz

  2. Ernesto Donizete da Silva

    É isto aí, companheiro Raul.

    Vamos acompanhar de “perto”, tanto quanto o Sr. Inácio. Perto do ISOPOR.

    O povo. Ah! O povo, só serve mesmo para a época de eleições.

    Mas nos casos mencionados, nem para fazer um “pronunciamento”.

    Realmente: “NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESTE PAÍS…” (melhor nem comentar)

    Nossas condolências e orações a todas as vítimas e familiares atingidos por estas calamidades, as quais resultaram em mais de 50 mortes.

    Acorda Povo Brasileiro!!!

    Ernesto Donizete da Silva
    PSDB/SANTOS

  3. PAULO MATOS

    Amigo Raul, não entendi a crítica. Preferia que ela se ativesse as raízes dessa crise urbana a que te referes. Que na verdade o Engels já falava em 1879, o avanço econômico sobre a natureza de maneira predatória. Não há nada de novo no ar. O aquecimento global, o derretimento das geleiras, o aumento do volume de água. Não dá para separar SP de SC de RJ ou MG, a terra derrete sobre o volume de água. De concreto, só as milhões de casas do Lula. O resto é bobagem.

  4. luiz freitas

    Prezado Raul

    Esta foi infeliz…..conectar o Presidente e equipe aos fatos tragicos ocorridos.
    Lamentavelmente os politicos deveriam refletir quando no horario nobre do jornal nacional, de ontem, os apresentadores quase choraram ao comentar sobre a morte da filha dos donos da pousada de Angra na Ilha do Bananal.
    Gostaria que voce patrocinasse um evento/forum para discutir os temas que podem fazer um pouco menos de vitimas.
    Os governos são transitorios e as pessoas ficam velhas e morrem.Temos que buscar equilibrio neste viver aqui no Planeta Terra.
    O presidente Lula teve coragem de comprometer o desenvolvimento com aplicaçao de Lei Ambiental severa e diminuição do efeito estufa.
    Agora eu tambem estou saindo de férias e quem sabe ,,,se vc topar a gente se hospeda em alguma pousada lá de Angra.
    Eu vou ….não vejo problema nenhum….só que analisarei como sempre faço toda a paisagem em volta.Quem tem juizo tem medo.Fiquei sabendo que lá em Angra …as licenças são feitas de forma meio “manda quem pode ….obedece quem tem juizo“
    Lula ….boas férias.Fui.

    Luiz Freitas
    et> se precisar consulte sempre um Geógrafo

  5. Milton Flávio

    Raul

    Há dias venho bradando contra o que entendo ser uma deslealsade e desrespeito as vitimas e seus familiares que se abate sobre o nosso país em decorrencia das chuvas torrenciais. Desde o início cobro um posicionamento necessário do Presidente da República e de seus Ministros afetos às areas envolvidas ( C Civil-PAC e Integração Nacional). Nenhuma palavra oficial dos envolvidos que tentam se livrar de toda responsabilidade. Estes são os caras que querem continuar usufruindo das benesses do poder e abusar da nossa dignidade. VERGONHA NACIONAL

  6. Prezado Raul,

    Excelente texto. Nele você deixa bem clara a diferença entre um líder de verdade e um oportunista sangue suga. O verdadeiro líder estaria a frente das tropas (equipes de ajuda e salvamento) e coordenando o resgate dos mortos e feridos. Se as férias do presimente (sim, fiz o trocadilho) é mais importante do que assumir sua posição e ter atitudes concretas, pergunto-me o que ocorreria com o Brasil, caso ele fosse atacado durante o carnaval? Nosso presimente iria largar o camarote Brahma ou revidaria apenas depois da quarta-feira de cinzas? Tristes alguns dos comentários anteriores que entendem a situação como uma coisa normal…

  7. Célia Fontes

    TADINHO, RAUL. ELE DEVE ESTAR REALMENTE MUITO CANSADO. VOCE PENSA QUE NÃO CANSA? ESSA VIDA DE SOBE DESCE, DESCE SOBE DO AVIÃO? E, ALÉM DISSO, DONA MARISA DEVE ESTAR EXAUSTA!
    EU NÃO, QUE NÃO QUERIA TODO ESSE TUMULTO PRA MIM. PREFIRO FICAR AQUI TRANCADA, ESTUDANDO PRA “AVALIAÇÃO POR MÉRITO”. ASSIM JÁ FICO SABENDO SE SOU DIGNA DA RECOMPENSA OU NÃO…
    ABRAÇOS.

  8. Amigo Raul. Você, que ocupa e honra com seu idealismo patriótico realista, a cadeira de Antonio Carlos de Andrada e Silva no Insituto Histórico e Geográfico de Santos, sempre faz análises sensatas e contundentes sobre o “espírito público” dos nossos políticos. Parabéns por mais esse artigo no Blog.

    Desde Dom Pedro II, que foi educado por José Bonifácio de Andrada e Silva – o “patriarca” – para uma administração que tinha amor *real pelo Brasil* (mais a visão de régio planejamento nas ações publicas sobre o meio ambiente – e sobre a cidadania (Ã época, em convivência com o infeliz SENÃO, da escravidão negra, imposta pelos portugueses e pelos traficantes de escravos ingleses, dos impérios dessa globalização mercantilista do capitalismo vigente) os demais governantes brasileiros republicanos e/ou das várias espécies de Ditadura (maquiada ou não) em primeiro lugar locupletaram suas unidades familiares e amigos, do peito, no diapsão vale tudo pelo poder, seus custos e os benefícios inerentes aos altos cargos.

    Aviso que naquele plebiscito fajuta(porque bem enviesado) anos atrás, que era maniqueísta entre o Presidencialismo e a Monarquia – o Parlamentarismo era apenas uma sombra,
    aliás, na qual, (como você e a minoria) eu votei, mas…

    CHUVAS DE VERÃO

    Cidades inundadas,
    destruições implacáveis,
    muitas famílias desoladas,
    pelas suas perdas inestimáveis

    A natureza a se vingar,
    por tantas de*predações,
    faltam aos homens, o planejar,
    antes das tais lucrativas construções

    O lucro de poucos propicia tragédias,
    aos seres humanos comuns, o comprar,
    que tornou a vida social, em péssimas comédias,
    de um teatral absurdo humano, que vai do rir ao chorar

    A Nação foi entregue à falta de inteligência,
    da globalização, desde há muito, na ingerência,
    a confundir, com total massificadora competência,
    a cultura do consumismo, com valores reais da consciência
    Ivan Alvim

  9. O Painel (“Folha”) reverbera reclamação de ONGs e deputados sobre o notório sumiço do ministro Carlos Minc (Meio Ambiente) na tragédia que assolou Angra dos Reis nesta passagem de ano.
    Silêncio este ainda mais ensurdecedor em razão do currículo do ministro, que já foi secretário na gestão de Sérgio Cabral (PMDB), que, por sua vez, em 2009 fez um decreto permitindo a maior ocupação em áreas protegidas (entre estas o local da tragédia).
    Agora, os “humanos” presidente e ministro não assumem a responsabilidade do cargo que ocupam e ainda tem quem justifique tamanha covardia, enquanto humanos inocentes morrem por culpa desses mercenários que só visam o lucro, a vantagem econômica, afinal, esse é o mandamento número um dessa nova seita fundamentalista chamada lulismo.

  10. Querido amigo Raul,
    Estive analisando alguns comentários que foram feitos sobre o seu brilhante texto e até parece que você está apenas criticando as férias do presidente Lula.
    Não dá para nós acharmos, que quando uma tragédia assola o país, o governante maior continue tomando sua caipirinha na praia. Qualquer comandante de qualquer país, faria no mínimo uma visita ao local, para mostrar que a nação tem comandante.
    Mas enfim o que são 31 pessoas “bem de vida” soterradas em Angra dos Reis, se o país mata 210 crianças todos os meses por falta de saneamento e o presidente ainda fala que vivemos na “merda”, não é mesmo?
    Acredito tanto no nosso país e no nosso povo, que espero um reflexão profunda de todos nós no ano de 2010, para que possamos melhorar o nível dos homens que irão nos comandar nos próximos anos.
    um grande abraço a todos,
    Boranga

  11. luiz freitas

    ei ei .caiu uma ponte no Rio Grande do Sul.

    O Lula é o culpado…os seus ministros são culpados.

    ei…ei . caiu uma ponte lá nos states!!!

    O Lula é o culpado.

    Ora bolas….quantas pontes vão cair e quantas pessoas ainda vão morre vitimas dos eventos atmosféricos.

    Temos que trabalhar para não existir os predadores que com seus “tostões“ compram e fazem o que bem querem neste país administrado hoje por Lula, mais foi tambem por FHC,Itamar, Color entre outros…as coisas não mudam.
    Como sempre o dito popular é que faz a gente ficar um pouco mais confortavel.

    “mudam-se as moscas, a……..continua a mesma“

    A briga continua….para e pelo poder.

    Sentar na cadeira do “cara“ …este sim é o ponto final da questão de tanto blablabla.

  12. “Os novos desafios”

    São inevitáveis no nosso destino adiante os desafios

    E a soma no conjunto das coisas

    Brasil e um país de fartura

    Assim como o mundo já foi uma fartura em todas as partes, mas pode ser novamente se voltar para o eixo da solução humana real e não imaginaria

    Achando que a guerra cura alguma coisa danificada por ela mesma, ainda queremos investir em armamento em vez da infra-estrutura humana. Educação para os nossos descendentes desde a barriga da mãe ate o fim da vida

    O povo no mundo ainda uma classe dura, em ascensão pela vida

    Conforme a ficção uma população que era levada no bico pelo mundo, que vai começar a dar bicada de troco pelo que esta aprendendo com todos que estão cuidando da gente

    Mas quem mais vai dar bicada no mundo em nos e o clima quente que vem pela frente

    Vai substituir quase tudo do presente inviável ao ser humano, por aquilo que vai ser viável

    E vai acontecer o mesmo que aconteceu com a economia vai repetir com o clima seremos os menos castigos, mas não forra do castigo, produzindo uma nova era produtiva na distribuição de renda sustentável a todos os climas

    http://www.ficcaoglobalizada2015br.blogspot.com/

    Não precisa concordar basta estar vivo ler para compreender sem entender, mas não duvide dos fatos das coisas estranhas ruins e boas que vem pela frente com todo tempo ainda para reverter, de tudo que vem coincidindo com a realidade

    Estamos saindo da era acomodada para era evolutiva, com a chegada do empate técnico em tudo, produzindo o fim era da perda de tempo em lucrar em cima da própria desgraça que produzia a miséria

    Produzida por esse sistema econômico atual que ta mais para jogos virtuais saindo da realidade humana como se nos fossemos fruto da imaginação, como a ficção produzindo o Bruxo de Benjamin Constant na imaginação

    Com essa grana que e muito para pouca gente, mas pouco para muitos 72 milhões da megasena

    http://colunistas.ig.com.br/ricardokotscho/2010/01/05/o-que-voce-faria-com-os-r-72-milhoes-do-jardineiro-adolfo/?allcomments#comments

    Iria criar vários núcleos em uma fundação globalizada, moradia ate o ultimo dia da sua vida, ou ate adquirir seu imóvel

    Que seria uma rede de casas cedidas com parte sendo albergues para turistas com a renda para sustentar e dar suporte financeiro nas despesas

    Com uma porta aberta para receber heranças do mundo inteiro por quem quisesse doar

    Para pensar na gestão continua pegar o castelinho da Av. Brigadeiro Luiz Antonio, em permuta sustentada pelo projeto Hora da Leitura

    http://coisasdeada.blogspot.com/2009/09/castelinho-art-nouveau-da-brigadeiro.html

    Link Diz “TJ-SP vê fraude em metade dos 5.400 afastamentos” 05/01 – 08:44 – Agência Estado
    Se fosse só isso
    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/01/05/tj+sp+ve+fraude+em+metade+dos+5400+afastamentos+9263026.html

    Link Diz “Governo aumenta vigilância sobre ‘marajás’ do INSS”

    As coisas vão mudar por si só, na medida em que a população começa, a saber, o que não sabia

    A internet e o canal dessa medida que aos poucos vai filtrando o excesso de tudo, por conteúdo correto em todos os sentidos das coisas na dose certa

    Isso vai instruindo assim como na TV minuto no metrô informa como fazer um currículo colocando os dados corretos, e a sugestão pedindo para informar o que acontece no seu bairro

    O governo devia dar as comunidades dos bairros que mais informam como premio um núcleo infantil uma fabrica de brinquedo para as crianças brincarem montando e desmontando todos os tipos de brinquedos da vida real

    Algo parecido com TelepovoTV No ponto de Parada de Onibus
    http://www.youtube.com/watch?v=5EdlwaFfD2M

    http://colunistas.ig.com.br/guilhermebarros/2010/01/05/governo-aumenta-vigilancia-sobre-%e2%80%98marajas%e2%80%99-do-inss/

  13. Carlos Marchi

    Ô gente do céu, parem de ser rigorosos com o Lulinha. Não há nenhum marketing político no gesto de carregar o isopor à vista dos fotógrafos. O que pode ser detectado é um marketing empresarial. Na verdade, quem estava presente e acompanhou o gesto nobre de carregador de feira garante que, pela facilidade com que o presidente ergueu a caixa de isopor, ficou claro que ela estava vazia. A mensagem, então, foi lançada para beneficiar a indústria nacional da cerveja, e não o PT: Lulinha está querendo dizer que bebeu todas as cervejas – Antarcticas, Brahmas, Skol, Schin, Kaiser e outras mais – que outrora tinham sido geladas no isopor. E depois de entorná-las, descascou na galega, que na foto o segue com um andar visivelmente troncho. Ou seja, é o Super-Lulinha em ação, homenageando a cerveja, um produto autenticamente nacional. E ninguém tem nada a ver com isso. Temos dito.

  14. Municipe Cubatense.

    Companheiro Raul, o ‘Cara’, de pau na frente, como mostra um lado, o direito , pela foto, estava indo ao ponto esperar debaixo da marquise o onibus da Bom jesus? Ele portava varias cocoas de um real, valor sugerido, observando claro ao impresso pela fabricante, para vender as mesmas? Oh filho da Partia, melhor ,do Brasil, se a instituição democratica a qual representa não possue autonomia “pede para sair soldado”. De que adianta vestir uma camisa com essa corvadia para cpmemorar o novo ano?
    Raul nem li os comentarios e péço para não me spamar no e-mail…., ….mas se tiverdes a oportubnidade de criticar o filme, lança uma aí.
    Abcs. MC….

  15. Joaquim Cardoso

    Raul,
    Voce acha que depois de tomar todas as que estavam naquele isopor, ele tinha condições de pensar nas vidas perdidas naquela tragédia? Ele estava era indo pegar outras porque, naquela só tinha duas duzias.
    Abçs

  16. Raul, atire a primeira pedra (de gelo) qem nunca carregou um “isopor” na cabeça.
    Boris Casoy não está só…
    Abraço

  17. José Carlos

    A verdade é que vale tudo : Qualquer fato, qualquer palavra, qualquer tragédia…

    Tudo ,de ambos os lados que querem o poder (os candidatos) e daqueles que de algum modo acreditam que serão beneficiados ou prejudicados com a eleição de um e de outro (os eleitores da blogosfera).

    Eu que não me fio em ninguém senão em mim mesmo fico só observando.

    Agora, convenhamos que se vai lá o Lula em algumas dessas cidades iam dar um jeitinho de dizer que estava em campanha. Do mesmo modo que criticaram Serra por aí quando apareceu.

    Se nem o governador do estado pode dar as caras sem ser criticado por alguém (da blogosfera) quanto mais o presidente.

    Vale tudo : Quaquer ato, qualquer deslize, qualquer fato, qualquer tragédia…

    Ano de eleição. Já sabemos bem (eu e muita gente) o que move cada um nessa história.

  18. José Carlos

    O “povo da internet” está distante do dia a dia do brasileiro comum – que em última análise é quem decide uma eleição.
    Esse brasileiro do qual falo está longe desse intrincado jogo que envolve e move os blogs ou as redações midiáticas,etc. Esses espaços virtuais não alcançam essa realidade. Ainda leva tempo para haver essa conexão. Claro que a maioria acha que não. É a “mágica” da internet. Quando escrevem sentem-se falando para o mundo. Falam sim, mas para um mundo extremamente restrito e distinto do mundo do eleitor comum – e que vai , repito, decidir a eleição.

    Quantos as vítimas das tragédias : Bem, eu fiz a minha parte . E vocês?

  19. ai,ai,ai,ai...

    Raul , atirar pedras sim mas nao de gelo , pedras de entulho dos desmoronamentos que eles virao as costas saem com “isopor na cabeca” pra bahia e outros esconderijos …
    Vae descansar nao vae trabalhar o vagabundo , descansar do que??? E saudade de MARIO COVAS .
    abracos.

  20. Essa imgem é um deboche aos cadáveres soterrados pelos deslizamentos, aos que morreram nas enchentes, aos milhões de desempregados, situação que ocasionou um rombo no FAT pela primeira vez na história do país.
    O povo brasileiro vive de esperança, sonha em conquistar o que supostamente os demais conseguiram, pensam que os outros já vivem no Brasil da propaganda e crê que também vai chegar lá.
    Quando souberem a verdade, provavelmente se sentirão traídos, aí quero ver pra que serve a tal popularidade, isso não é virtude, é tapeação.

  21. Luiz Paulo Neves Nunes

    Olá Raul

    Nesses tempos em que a tecnologia permite estarmos “on-line” com as mais remotas áreas do mundo, as férias do Presidente Lula não seriam impordoáveis, uma vez que, se necessário, ele despacharia uma ordem executiva de Aratu, ou daqui do Forte dos Andradas e essa ordem seria executada imediatamente.
    Mas o problema não é a possibilidade de comunicação rápida, ou a agilidade na ação dos agente públicos (ou até é…), a questão é a impessoalidade demonstrada, fazendo lembrar o descaso do Presidente George W. Bush com a calamidade causada pelo furacão Katrina em New Orleans.
    Os Governadores Sérgio Cabral Filho e José Serra, com sensibilidade política logaritimamente superior à do Presidente Lula, imediatamente após as primeiras ordens executivas para o socorro e assistência as vítimas das enchentes e deslizamentos, foram aos locais das tragédias, para ver e comfortar as vítimas, se fazendo presentes, amparando os fluminenses e paulistas por eles governados.
    Realmente é absurdo que a população dê 80% de aprovação à ele, que viajou mais do que os Presidentes Fernando Henrique, Itamar Franco e Fernando Collor juntos, e foi eleito criticando as viagens de FHC, criticava a Política Econômica e chamou para Presidir o Banco Central um Deputado Federal eleito pelo PSDB! Imagine só, mais de 20 anos sem trabalhar, apenas chupinzando o Movimento Sindiacal, e consegue a re-eleitção com o slogan “Deixa o Homem Trabalhar”….
    Ele tem uma cobertura em São Bernardo, comprou um apartamentão na Praia das Astúrias, e tem gente que ainda fala: Ele é pobre que nem nóis…, só se for pobre de espírito.
    Nesses tempos em que a tecnologia permite estarmos “on-line” com as mais remotas áreas do mundo, a presença e a atenção do supremo-mandatário da nação daria conforto ás famílias atingidas. O nosso atual comandante-em-chefe preferiu a companhia das latas de cerveja e dos pedaços de costela e, e claro, da Dona Marisa.

  22. Raul, acabei de assistir “Lula,O Filho do Brasil”, belo filme.Recomendo. Abraço

  23. ai,ai,ai,ai...

    Raul, vc nao vai assistir lula,o filho do brasil???rs.esse vae ganhar oscar…ele eh o cara…rs.

  24. Porcaria precisa de muita propaganda para enganar os idiotas.
    Acho que nesse caso, nem a fortuna torrada em propaganda está funcionando, nem o pessoal que está recebendo a entrada gratuitamente está interessada em assistir esse festival de mentiras. Fracasso total.
    Nem a propaganda nazista foi tão ousada, mas o brasileiro não é tão idiota quanto pensam, só finge que aprova este desgoverno quando leva alguma vantagem financeira, do milionário ao mais miserável.

  25. Raul, fica difícil decidir sobre o certo ou errado, após ler os comentários feitos pelos blogueiros.
    É asssim messmo, uns são a favor e outros são contra.
    Gostaria que as pessoas comentassem na neutralidade e não pensando nas vantagens.
    Veeja o caso do Arrruda, hoje em Brasília desembarcaram os contras e os a favor da robalheira. Há gente prá tudo, tem até quem aceite essas cenas gravadas, de esconde esconde de dinheiro.Não dá prá comentar sem se indignar com os ladrões que assolam Brasília e etc…,como também os beneficiados que os defendem.
    Lamentável!!!

  26. Att.: M.Sérgio!

    O “CARA” TB É DE CARNE E OSSO, PRECISA DE UM DESCANSO, UM RETIRO FAMILIAR PÔ… VCS QDO EM FERIAS GOSTARIAM DE SER INCOMODADOS COM ASSUNTOS DE TRABALHO, AFINAL PRA QUE SERVE O VICE OU ASSESSORIAS, ALÉM DOS ALTOS SALARIOS…

    PARABENS RAUL, POR ESTE SEU ESPAÇO DEMOCRATICO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *